Jogadores brasileiros zoam argentinos após queda nas Olimpíadas

Quatro jogadores da seleção brasileira de futebol fizeram troça dos argentinos depois da eliminação deles dos Jogos Olímpicos do Japão.

O volante Douglas Luiz, ex-Vasco, postou em uma de suas redes sociais o momento em que ele, o meia Reinier (ex-Flamengo) e os atacantes Matheus Cunha (ex-Coritiba) e Richarlison (ex-Fluminense) deram, felicidade à mostra, um “tchau” aos “hermanitos” (irmãozinhos) da Argentina depois do empate deles com a Espanha (1 a 1) na quarta-feira (28).

Eles acompanharam o jogo das cadeiras do estádio de Saitama (quase vazio, devido às restrições ocasionadas pela pandemia de coronavírus), onde o Brasil jogara antes com a Arábia Saudita —vitória por 3 a 1.

A rivalidade entre brasileiros e argentinos é bem antiga e conhecida.

Neste mês, antes do começo das Olimpíadas, a seleção principal da Argentina, com Messi e companhia, derrotou a do Brasil na decisão da Copa América, por 1 a 0 no Maracanã, gol de Di María, e conquistou o torneio.

Richarlison, jogador do inglês Everton, foi titular nessa partida, e Douglas Luiz, do também inglês Aston Villa, ficou na reserva –os volantes escolhidos por Tite para atuar na decisão foram Casemiro (Real Madrid) e Fred (Manchester United).

Na seleção olímpica, Richarlison e Douglas Luiz são titulares, assim como Matheus Cunha, que joga no Hertha Berlin. Reinier (Real Madrid, emprestado ao Borussia Dortmund) é opção de banco do técnico André Jardine.

A Argentina caiu na primeira fase dos Jogos de Tóquio ao obter uma única vitória, 1 a 0 no Egito. Antes do empate com os espanhóis e da vitória sobre os egípcios, perdeu de 2 a 0 da Austrália.

Acabou em terceiro no Grupo C, atrás de Espanha e Egito, que é o oponente do invicto Brasil nas quartas de final, às 7h (de Brasília) deste sábado (31), em Saitama.

As outras partidas dessa fase de mata-mata das Olimpíadas são Espanha x Costa do Marfim, em Miyagi, Japão x Nova Zelândia, em Kashima, e Coreia do Sul x México, em Yokohama.

A seleção brasileira masculina, campeã nas Olimpíadas do Rio, em 2016, luta pelo seu segundo ouro olímpico no futebol. A equipe feminina foi eliminada nos pênaltis nesta sexta (30) pelo Canadá.