Rivais por posição na Itália se divertem em jogo de perguntas

Sem motivos para se orgulhar do passado recente, por não ter se classificado para a Copa do Mundo de 2018, a Itália se reencontrou e tem feito uma Eurocopa exemplar até agora.

Em cinco partidas, três pela fase de grupos e duas nos mata-matas, cinco vitórias (3 a 0 na Turquia, 3 a 0 na Suíça, 1 a 0 no País de Gales, 2 a 1 na Áustria e 2 a 1 na Bélgica) e um futebol convincente.

A defesa, historicamente sólida, ganhou a companhia de um ataque que inspira confiança. Esse ataque conta como diferencial com a figura que atua pela direita.

Tanto Domenico Berardi, de 26 anos, que iniciou a competição itinerante como titular da Squadra Azzurra, como Federico Chiesa, de 23 anos, que ganhou a posição no decorrer da mesma, são um perigo constante para os oponentes –o próximo, na terça-feira (6), é a Espanha.

Ambos armam com eficiência as jogadas pelo setor em que atuam e chegam com constância à área para tentar finalizar.

Jogador do Sassuolo, Berardi, apesar de não ter feito gol, registrou duas assistências na Euro, nas duas primeiras partidas. Insuficientes para impedir que Chiesa, da Juventus, um gol anotado (nas oitavas de final), ganhasse a preferência do treinador Roberto Mancini.

Rivais nessa disputa pela titularidade, eles aparentemente se dão bem fora de campo.

Tanto que concordaram em participar de um divertido desafio promovido pela Uefa, entidade máxima do futebol no velho continente e organizadora da Euro.

Chamado de “Most Likely To” (“o mais provável a”), esse jogo lúdico de perguntas convida os participantes, que tentam chegar a um consenso, a eleger quem mais se encaixa em determinada situação.

O “quem”, no caso, restringia-se aos jogadores da seleção italiana.

Eis o que se questionou aos companheiros de Azzurra na brincadeira, e eis como eles reagiram.

Chiesa e Berardi (11), da seleção italiana, participam de desafio lúdico promovido pela Uefa; clique na foto para assistir (Reprodução/Uefa.TV no YouTube)

– Quem chega primeiro em uma corrida de 100 metros?

Chiesa: “Spina, Spina”. Berardi: “Spinazzola”. (O veloz Spinazzola, lateral esquerdo, teve rompimento do tendão de aquiles diante da Bélgica e está fora do restante da Euro.)

– Quem demora mais para se vestir? (Suponho que a pergunta vale para vestir o uniforme para jogar ou treinar e para se trocar depois dos treinos e partidas.)

Berardi (olhando para Chiesa): “Belotti?”. Chiesa: “Belotti”. (O centroavante Belotti, dono de estilo trombador, tem sido reserva de Immobile nesta Euro.)

– Quem faz você rir?

Berardi: “Insigne”. Chiesa: “Não. Salva. Salvatore Sirigu para mim”. Berardi: “Os dois, os dois”. Chiesa: “Os dois”. (O “baixinho” Insigne, de 1,63 m, é atacante titular, e o grandalhão Sirigu, de 1,92 m, goleiro reserva de Donnarumma.)

Lorenzo Insigne, atacante e piadista (Alberto Lingria/11.jun/2021/AFP)

– Quem leva mais “rolinhos” (“caneta”, bola entre as pernas) nos treinos?

Berardi: “Ciro”. Chiesa gargalha. Berardi: “Ciro Immobile. Da última vez ele levou três rolinhos”. Chiesa: “Fiquemos com Ciro, fiquemos com Ciro”. (Immobile é o centroavante titular.)

– Quem vence uma competição de dança?

Chiesa: “Barella”. Berardi: “Ah, não. Bastoni”. Chiesa (concordando): “Bastoni”. (Barella, meia, fez o primeiro gol nas quartas de final; Bastoni, zagueiro, é reserva.)

– Quem faz o melhor prato gourmet?

Chiesa (apontando para o lado): “Bera”. Berardi (em posição defensiva): “Eu não sei”. Chiesa (incisivo): “Bera, Bera, Bera”. Berardi (dissimulado): “Eu não sei cozinhar”. Chiesa (irônico): “Ele não sabe cozinhar!”.