Cristiano Ronaldo passa Pelé e é o maior artilheiro da história, diz jornal

Cristiano Ronaldo tornou-se aos 35 anos o maior artilheiro da história do futebol.

Com os dois gols pela Juventus na partida de ida das semifinais da Copa da Itália, vitória por 2 a 1 contra a Inter de Milão nesta terça (2), o português chegou a 763 gols e ultrapassou Pelé e Josef Bican, austríaco com cidadania tcheca que brilhou nas décadas de 1930 e 1940.

Pelé, hoje com 80 anos, e Bican, morto em 2001 aos 88 anos, têm 762 gols cada um. Os números são de levantamento do jornal espanhol Marca.

O diário considera somente os gols feitos em partidas oficiais e na categoria “profissional”, e é por isso que a quantidade de Pelé é bem inferior aos 1.283 gols que ele mesmo propaga ter feito.

Nas contas do Marca, o CR7 anotou 451 gols pelo Real Madrid, 118 pelo Manchester United, 87 pela Juventus, 5 pelo Sporting e 102 pela seleção de Portugal.

Pelé registrou 642 pelo Santos, 37 pelo Cosmos, de Nova York, 77 pela seleção brasileira e 6 pela seleção paulista.

Bican marcou, na República Tcheca (então Tchecoslováquia), 547 gols pelo Slavia Praga, 74 pelo Vitkovice e 19 pelo Hradec Kralove; na Áustria, 71 pelo Rapid Viena e 22 pelo Admira Viena; mais 15 pela seleção tcheca e 14 pela austríaca.

Na média de gols por jogo, entretanto, Cristiano Ronaldo perde tanto de Bican como de Pelé, de acordo com o periódico madrileno.

A do português é de 0,73 por partida; a do brasileiro, de 0,92, e a do austro-tcheco, excepcional, de 1,54.

Na quarta colocação entre os principais artilheiros do futebol, seguindo os critérios do Marca, está Romário (740 gols) e, na quinta, Messi (720) –o argentino, mais jovem que o CR7 (33 anos), é o único jogador em atividade com chance real de se tornar o primeiro da lista.

Leia também: Rappo, o artilheiro dos 2.000 gols

Em tempo: Em uma conta que fiz, Cristiano Ronaldo soma na carreira profissional 769 gols, em 1.055 partidas, por clubes e pela seleção portuguesa, considerando as por competições, as amistosas e as na ICC (International Champions Cup, torneio interclubes de pré-temporada). A média de gols por jogo é de 0,73.