Fã de 10 anos do Man United pede a Klopp que faça o Liverpool perder

Atual campeão europeu e mundial, o Liverpool faz uma campanha impressionante e arrasadora na Premier League, o Campeonato Inglês.

Dos 26 jogos disputados (são ao todo 38), a equipe que veste vermelho ganhou 25 e empatou um.

Só uma tragédia evitará que os comandados pelo treinador alemão Jürgen Klopp ergam a taça que o clube não conquista desde 1990. São 22 pontos de vantagem para o vice-líder, o Manchester City.

Se a felicidade de celebrar esse título é, tudo indica, uma questão de tempo para os milhares e milhares de torcedores do Liverpool mundo afora, a tristeza pelo desempenho do Liverpool tem sido algo penoso para pelo menos um torcedor.

O irlandês Daragh Curley, que vive em Donegal, no seu país natal, tem apenas 10 anos e é torcedor fervoroso do Manchester United.

Daragh Curley durante a entrevista que concedeu à rádio BBC para falar a respeito da carta que enviou a Jürgen Klopp (Reprodução/Twitter)

Há quem possa julgar que Daragh devesse estar incomodado e macambúzio caso o Manchester City, e não o Liverpool, estivesse arrasando na temporada.

Porém a maior dor de quem torce pelo United é ver o Liverpool por cima, já que essa é a maior rivalidade da Inglaterra, conforme atestou-me Sir Bobby Charlton, um dos maiores ídolos da história dos Diabos Vermelhos, em breve contato que tivemos anos atrás em Manchester.

Inconformado com a invencibilidade e a constância do Liverpool, Daragh decidiu escrever uma carta, bem curta, a Klopp. Para solicitar um favor: que o Liverpool perdesse.

Nela, datada de 24 de janeiro, o garoto dizia: “Querido Jürgen Klopp. […] Torço para o Manchester United e escrevo para reclamar. O Liverpool está vencendo muitos jogos. […] E sendo um torcedor do United isso é muito triste. Assim, da próxima vez que o Liverpool jogar, por favor faça-o perder. Basta deixar o outro time fazer gols. Espero tê-lo convencido a não ganhar o campeonato nem a vencer mais um jogo que seja”.

De alguma forma, a carta foi lida, se não primeiramente por Klopp, por alguém dos Reds que fez o apelo de Daragh chegar ao treinador.

O treinador do Liverpool, Jürgen Klopp, escuta pergunta em entrevista coletiva um dia antes da derrota para o Atlético de Madrid, na Espanha, pela Liga dos Campeões da Europa (Javier Soriano – 17.fev.2020/AFP)

Que decidiu responder. Dias depois, o menino recebeu em sua casa a réplica, por escrito, assinada pelo alemão de 52 anos.

Inicialmente, pensou ser uma piada, uma brincadeira de alguém com ele. Acreditou depois de ver o papel timbrado e a assinatura de Klopp no fim do texto de cinco parágrafos.

Eis as palavras do técnico: “Querido Daragh, sei que você não me desejou boa sorte, mas é sempre bom ouvir de um jovem fã de futebol. […] Infelizmente não poderei atender sua solicitação. Mesmo você querendo que o Liverpool perca, é meu trabalho fazer o máximo para que o Liverool ganhe, pois há milhões de pessoas espalhadas pelo mundo que querem que isso aconteça. […] Para sua sorte, perdemos jogos no passado e perderemos no futuro, porque o futebol é assim. […] Cuide-se e boa sorte”.

Daragh, questionado pela rádio BBC se, depois de ler as ponderações de Klopp, mudaria seu modo de pensar, declarou, espirituoso: “Se eles perderem de 5 a 0 eu ficarei um pouco triste, mas se perderem de 4 a 0 eu ficarei bem”.

Carta assinada por Jürgen Klopp enviada pelo Liverpool para a casa de Daragh Curley (Reprodução/Twitter)

Dessa história maneira, fica uma certeza, descrita por Klopp na carta ao pequeno Daragh: o futebol é cíclico, e essa fase esplendorosa do Liverpool não durará eternamente.

O time é ótimo (veloz, organizado, eficiente, entrosado) e tem jogadores excelentes (Alisson, Alexander-Arnold, Robertson, Salah, Firmino, Mané), porém não é imbatível.

A Champions League é prova disso. Há apenas quatro dias. o Liverpool visitou o Atlético de Madrid e perdeu por 1 a 0, sem dar sequer uma finalização certa no gol defendido por Oblak.

Isso mostra que basta um dia ruim, de pouca inspiração, para que o Liverpool seja suplantado. Pode até ocorrer nesta segunda (24), diante do azarão West Ham, por que não?

Se acontecer, dirão que terá sido Daragh, “o garoto da carta”, a pessoa que mais desejava no mundo que o Liverpool perdesse na Premier League, o “responsável” pelo fim da longa invencibilidade.

Leia também: Guardiola envia carta e convite a 114 fanáticos torcedores do Manchester City

Leia também: Goleira do Liverpool se compara a Harry Potter depois de corte na testa

*

Em tempo: São até agora, conforme exposto no início do texto, 25 triunfos e um empate do Liverpool no Campeonato Inglês 2019/2020. A única vez que o time não venceu? Justamente contra a equipe pela qual Daragh Curley torce, o Manchester United. A partida de 20 de outubro, no Old Trafford, terminou 1 a 1. Rashford abriu o placar para o Man United, e Lallana evitou a derrota do visitante.