Se não vencerem, jogadores do Puebla pagarão cerveja aos torcedores

Penúltimo colocado no Campeonato Mexicano (Torneio Apertura), com dois empates e três derrotas, o Puebla está bancando uma promessa insólita aos torcedores que forem ao estádio Cuauhtémoc nesta quinta (29) para a partida contra o Juárez.

Caso a equipe não ganhe, o torcedor que comparecer ao jogo seguinte que o time fará como mandante, no dia 13 de setembro, diante do Atlético San Luis, ganhará uma cerveja de graça.

Porém, caso essa despesa seja necessária, o clube não terá prejuízo, pois já se sabe quem pagará a conta: os jogadores.

Pois a ideia partiu de um dos atletas da equipe, o meio-campista Pablo González, de 27 anos, que, em conversa na rua com um torcedor que cobrava atitude do time, bancou: se ele e os companheiros não suplantarem o antepenúltimo na tabela (o Juárez soma 3 pontos, um a mais que o Puebla), sentirão o desgosto também no bolso.

A cerveja no Cuauhtémoc foi vendida na partida diante do Chivas de Guadalajara, no começo deste mês, por 20 pesos mexicanos (R$ 4).

Caso esse preço, que era promocional – geralmente custa o triplo –, seja mantido, e o estádio de 51.726 lugares receba 30 mil fãs do Puebla, um número plausível, o prejuízo para os jogadores do time em caso de derrota será de R$ 120 mil.

Essa conta considera que todos esses torcedores comparecerão ao jogo em que a dívida será quitada, de posse do ingresso da partida diante do Juárez, necessário para trocar pela cerveja.

Quanto R$ 120 mil significarão de desconto no salário de cada jogador do Puebla?

Depende.

Os 30 atletas do elenco estarão sujeitos a arcar com a dívida?

Supondo-se que sim (afinal estão todos “no mesmo barco”), e se a divisão for feita de forma igualitária, cada um pagará R$ 4.000.

Muito? Pouco? Como saber?

Pesquisa do site escocês Sporting Intelligence, que desde 2010 publica anualmente levantamento dos salários pagos em diversas ligas espalhadas pelo mundo – o mais recente é de 2018 –, no México a remuneração média por clube é de US$ 33,5 mil por mês.

Recorrendo à matemática, e já realizando a conversão para reais, os vencimentos de cada jogador do Puebla são de R$ 4.500 mensais, em média – alguns ganham acima desse valor, e outros, abaixo.

Assim, vários deles, se o indesejado acontecer (a derrota para o Juárez), possivelmente terão de solicitar ao clube que a dívida seja parcelada, a fim de não ficarem, repentinamente, desassalariados.

Leia também: Ajax manda cerveja para time escocês que bateu sua marca de vitórias seguidas

Leia também: Técnico recompensa líder do Inglês com pizza e cerveja

Em tempo: O Puebla, fundado em 1944, ganhou duas vezes o Campeonato Mexicano: em 1983 e em 1990. Não conta com brasileiros no atual elenco, porém tem como um de seus ídolos históricos um paulistano bastante conhecido. O hoje comentarista Muricy Ramalho, tetracampeão do Brasileiro e uma vez campeão da Libertadores como treinador, atuou pelo clube de 1979 a 1985 e foi seu técnico em 1993.