Real Madrid e Atlético de Madri fazem duelo com recorde de gols

A pré-temporada deste ano ficará marcada na história de Real Madrid e Atlético de Madri, ferrenhos rivais no futebol.

A goleada por 7 a 3 do Atlético no Real, em duelo na noite desta sexta (26) em Nova Jersey (EUA) pela International Champions Cup, tornou-se a partida com mais gols em um jogo entre os times ao menos desde 1928.

Aquele foi o ano em que teve início o Campeonato Espanhol – antes se disputavam competições regionais na Espanha – e os resultados entre as equipes passaram a ser registrados de forma consistente e passíveis de consulta.

De lá até esta sexta, Real e Atlético enfrentaram-se mais de 220 vezes, e as partidas em que mais vezes as redes balançaram foram dois 6 a 3, um a favor do Real (Copa do Rei, temporada 1949/1950), outro a favor do Atlético (Campeonato Espanhol, temporada 1950/1951).

Nesses dois jogos, o Real foi o mandante. Desde então, nenhum Real x Atlético ou Atlético x Real registou mais que seis gols.

O placar no MetLife Stadium surpreendeu, pois o Real atuou com força quase máxima.

Começaram jogando o goleiro Courtois, o zagueiro Sergio Ramos, o lateral-esquerdo Marcelo, os meias Modric e Kroos, o meia-atacante Isco e os atacantes Vinicius Júnior e Hazard.

Quem brilhou, contudo, foi Diego Costa, temperamental atacante brasileiro com cidadania espanhola, que fez quatro gols antes de desferir um pontapé em Carvajal e se atracar na sequência com o lateral madridista.

Os dois foram expulsos aos 20 minutos do segundo tempo, com 6 a 1 no placar – que chegou a 7 a 1 cinco minutos depois.

Também marcaram para o Atlético, que é dirigido por Diego Simeone, João Félix, Ángel Correa e Vitolo. Os gols do Real, comandado por Zinédine Zidane, foram de Nacho, Benzema e Cabrera.

Para enfatizar a importância da goleada, o jornal madrilenho El Mundo publicou o seguinte em sua crônica da partida, assinada por Julián García:

“À medida que se aproximava o desenlace, todos os livros de estatísticas anotavam esse resultado (7 a 3) como a maior goleada do Atlético na história dos dérbis. Ao mesmo tempo, o duelo de 27 de julho mostrará um Real Madrid humilhado, dominado e ridicularizado. Definitivamente, o pior Real Madrid possível”.

O Real terminou sua participação no torneio de pré-temporada sem ganhar no tempo regulamentar. Antes, perdera do Bayern de Munique (3 a 1) e empatara com o Arsenal (2 a 2), vencendo na disputa de pênaltis por 3 a 2.

Em tempo 1: O primeiro confronto oficial entre Real Madrid e Atlético de Madri, clubes fundados respectivamente em 1902 e 1903, ocorreu em dezembro de 1906, pelo Campeonato Regional Centro, com vitória do Real por 2 a 1.

Em tempo 2: Foi péssimo para o Real Madrid, mas poderia ter sido ainda pior. Ao levar “apenas” sete gols, o time impediu que se igualasse o maior número de tentos sofridos em sua história. Em 1980, em Munique, o Real perdeu de 9 a 1 do Bayern em uma partida amistosa.

Erramos: o texto foi alterado

Informou-se erroneamente que a derrota em que o Real Madrid mais levou gols foi um 8 a 1 para o Espanyol em 1929/1930.