Clube turco contrata por atacado, em tempo recorde, e fica com 47 jogadores

Em um movimento jamais visto no mercado do futebol, o Elazigspor, time da segunda divisão da Turquia, contratou no mesmo dia, em um intervalo de apenas duas horas, 22 jogadores.

Disparado, um recorde, que muitíssimo provavelmente jamais será quebrado.

Em um período de grande atividade em uma janela de transferências – são duas a cada 12 meses na Europa–, uma equipe contrata, em caso de intensa atividade, de seis a oito atletas. Mais é exceção.

O movimento do Elazigspor, realizado no último dia da janela de transferências do meio de temporada, ocorreu instantes depois de o clube acertar com a federação local o término da punição que o impedia de contratar jogadores.

Claramente um movimento de uma direção desesperada por melhorar no campeonato, já que o clube ocupa a penúltima posição, com 16 pontos em 19 jogos, e está sob ameaça de rebaixamento para a terceira divisão.

Um dos dirigentes declarou que o anúncio dos jogadores pôde ser feito em tão curto período de tempo porque já havia um acerto prévio com cada um deles.

Ao contratar uma quantidade com a qual se pode formar dois times completos, o Elazigspor inchou seu elenco para 47 jogadores, um exagero – com esse pé de obra montam-se quatro equipes e ainda restam três atletas.

O time conta agora com seis goleiros, 12 laterais ou zagueiros, 22 meio-campistas e sete atacantes.

Uma lista de dispensa deve ser elaborada assim que o novo técnico for anunciado. Orhan Kaynak foi dispensado depois da derrota do dia 21 de janeiro por 1 a 0, em casa, para o Adanaspor.

Dos 22 contratados, 11 chegam em definitivo, em contratos de um ano e meio de duração, e os outros 11 por empréstimo, até o fim desta temporada, em maio.

Não há entre os reforços, de oito nacionalidades diferentes e com idades que vão dos 20 aos 37 anos, nenhum nome de relevo.