‘Não há Natal para nós’, afirma técnico do Chelsea

Fim de ano, com Natal e Ano-Novo, é época de festa para muitos. Para alguns, de reflexão. Para outros, de congraçamento.

Há quem veja o período simplesmente como uma pausa para descanso: uma merecida folga perto do fim de ano, depois de meses e meses de trabalho, para passear com a família, conversar com os amigos, fazer um saboroso e animado churrasco – talvez ler aquele livro que ficou esquecido.

Os futebolistas também pensam assim, e no Brasil imagino que, até por estarem de férias (a temporada se encerrou no começo do mês), consigam traçar planos para curtir o período satisfatoriamente.

Na Europa, quase todos os países interrompem seus campeonatos ao menos por uns poucos dias para que os membros dos clubes (jogadores, comissão técnica e funcionários de diversas áreas) possam dar uma respirada.

Quase todos não são todos.

Vide a Inglaterra. Na terra da rainha, a bola rola direto. Há jogos neste sábado (22) e neste domingo (23), e já na quarta (26) à tarde, no horário local, começa a próxima rodada.

Ao analisar o calendário, o italiano Maurizio Sarri, ex-Napoli, que assumiu o Chelsea nesta temporada, é seco e pragmático.

“Não há Natal para nós”, disse na entrevista antes do duelo deste sábado com o Leicester.

O treinador afirma que sua equipe, que adentrou este fim de semana na quarta posição, a 11 pontos do líder Liverpool, treinará normalmente na tarde da véspera de Natal e na manhã do dia de Natal – depois da atividade, a delegação se dirigirá a Watford, a 25 km de Londres, onde se concentra em um hotel para a partida do dia 26.

Não que isso incomode o técnico de 59 anos. Pelo contrário.

Questionado se gosta do Natal, ele, que nunca foi jogador profissional, respondeu: “Não. Gosto mais de futebol, e tenho sorte. Na Série B, na Itália [na qual dirigiu o Empoli], jogávamos na época de Natal e eu adorava. A atmosfera nos estádios era maravilhosa”.

Na Premier League, a primeira divisão inglesa, haverá jogos, além dos nas datas já mencionadas, na quinta (27), no sábado (29), no domingo (30), na terça (1º), na quarta (2) e na quinta (3).

O zagueiro David Luiz, em clima natalino (Reprodução/Site do Chelsea FC)

Em tempo: Se a cabeça de Maurizio Sarri está 100% focada em futebol, o mesmo não acontece com o brasileiro David Luiz, titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014. Não que ele não esteja comprometido com o Chelsea – nesta temporada, inclusive, recuperou a titularidade e tem jogado bem. Mas o zagueiro faz questão, conforme expôs ao site do clube londrino, de que haja Natal e de celebrar a data com as pessoas queridas. “Tentarei passar um tempo com minha família porque eles vêm do Brasil ficar na minha casa, então trocaremos alguns presentes e passaremos bons momentos juntos.”