Mensagem de texto gera suspensão de um mês a jogador japonês

Lateral direito do Vissel Kobe, que participa da J-League (a primeira divisão no Japão), Shunki Takahashi recebeu suspensão de um mês da direção do clube.

O motivo: uma mensagem de texto cujo personagem era o espanhol Andrés Iniesta, herói da Espanha na conquista da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul – fez o gol do título na final contra a Holanda.

Ídolo do Barcelona, onde atuou por 22 anos, 16 deles na equipe principal, o craque Iniesta (mestre no controle de bola e na criação de jogadas) defende desde julho o Vissel Kobe, sendo desde então colega de time de Takahashi.

Na mensagem, enviada a um amigo, Takahashi não fazia nenhum comentário desabonador a Iniesta, que é o capitão do time.

Era um texto neutro, mas que revelava uma comunicação interna da comissão técnica do time: o espanhol não estava selecionado pelo treinador Takayuki Yoshida para o jogo contra o Urawa Red Diamonds, no dia 23 do mês passado.

Esse tipo de informação, corriqueira, chega aos jogadores antes de cada partida; é praxe todos saberem quem fará parte do elenco e quem ficará fora.

No caso de Iniesta, que já não é um garoto (tem 34 anos), provavelmente a ausência deveu-se à condição física. Um descanso pontual para preservar o jogador.

Autor do gol do Vissel Kobe, o meia espanhol Iniesta vibra no jogo (1 a 1) diante do Sanfrecce Hiroshima na J-League (Reprodução/Site do Vissel Kobe)

No caso de Takahashi, caso o amigo dele – que planejava ver a partida e tinha interesse em saber se o astro estaria em campo – tivesse recebido a mensagem e a guardasse para si, nada aconteceria.

O problema é que ele a postou em uma rede social, e houve rápida propagação.

O Vissel Kobe concluiu que Takahashi descumpriu uma das regras da J-League ao revelar conteúdo confidencial para alguém que não faz parte da organização, além infringir o código de conduta do clube.

Aplicou, consequentemente, a punição, e o atleta de 28 anos, que não se pronunciou sobre o fato, permanecerá afastado do time até o fim de outubro.

Sem Iniesta, e com Takahashi substituído no segundo tempo, o Vissel Kobe perdeu como visitante para o Urawa Red Diamonds por 4 a 0.

Mesmo com o reforço do meia espanhol, o time não vai bem no campeonato.

É o 11º colocado entre 18 equipes. Em 29 partidas, acumulou 37 pontos (10 vitórias, 7 empates e 12 derrotas). O líder, Kawasaki Frontale, está, com 57 pontos.

Leia também: Holandês comete gafe ao recorrer ao ‘control c, control v’

Em tempo: Além de Iniesta, o Vissel Kobe tem outro não japonês de renome, o atacante Lukas Podolski, campeão com a Alemanha na Copa de 2014, no Brasil.