Buffon completa 40 anos; veja quatro recordes do lendário goleiro italiano

Luís Curro

Um dos melhores goleiros da história, o italiano Gianluigi Buffon completou, na ativa, 40 anos de idade neste domingo (28).

Nascido em Carrara, na região da Toscana, ele começou a jogar nas categorias de base do Parma, seu único clube no profissionalismo antes de se transferir para a Juventus, em 2001.

Buffon, acompanhado de sua mulher, Ilaria D’Amico, no Gran Gala del Calcio, evento organizado em Milão pela Federação Italiana de Futebol (Miguel Medina – 27.nov.2017/AFP)

É o capitão da equipe, maior ganhadora do Campeonato Italiano (33 vezes) e atual hexacampeã, desde 2012.

Tendo como companheiros, entre outros, Pirlo, Totti, Cannavaro e Gattuso, ganhou a Copa do Mundo em 2006, na Alemanha, quando a Itália treinada por Marcello Lippi superou a França na final, na decisão por pênaltis.

Em 2017, a Fifa o agraciou com o prêmio de melhor goleiro do ano, na primeira vez que a entidade que rege o futebol entregou esse troféu.

Também em 2017, teve uma das maiores decepções de sua carreira: a Squadra Azzurra fracassou nas eliminatórias e não disputará a Copa do Mundo deste ano, na Rússia. Buffon, após a derrota para a Suécia na repescagem, anunciou que não mais defenderia a seleção de seu país.

A seguir, listo quatro recordes do espetacular guarda-metas que talvez o leitor não conheça.

Jogador que mais vezes defendeu uma seleção europeia

Foram 175 atuações com a camisa da Azzurra, de 1997 a 2017. Na Europa, quem mais se aproxima é o espanhol Iker Casillas (167). Globalemente, à frente de Buffon estão um egípcio (Ahmed Hassan, 184), um saudita (Mohamed Al-Deayea, 178) e um mexicano (Claúdio Suárez, 177), todos já aposentados.

Goleiro que mais vezes jogou na 1ª divisão na Itália

Atuou 629 vezes na Série A, de 1995 a 2017. Seu jogo mais recente foi no dia 1º de dezembro do ano passado, na vitória por  1 a 0, fora de casa, diante do Napoli, Desde então, ficou afastado devido a uma contusão na panturrilha. Considerando todos os jogadores, só está atrás da lenda do Milan Paolo Maldini (647 partidas).

Mais tempo sem levar gol em uma temporada do Italiano

Permaneceu 974 minutos sem ser vazado na Série A, da partida contra a Sampdoria, em 10 de janeiro de 2016, quando Cassano marcou no segundo tempo, até a contra o Torino, no dia 20 de março do mesmo ano, quando Belotti fez um gol de pênalti. Nesse intervalo, ficou dez jogos inteiros no Italiano com a meta intacta.

Mais caro goleiro da história

No já distante 2001, a Juventus pagou € 52 milhões para contratá-lo do Parma. Até hoje, considerando a moeda europeia, nenhum outro goleiro custou tanto – em 2017, o Manchester City pagou, no segundo mais dispendioso gasto por um arqueiro, € 40 milhões para tirar o brasileiro Ederson (hoje com 24 anos) do Benfica.

Esses feitos, somados a tantos outros, fazem de Gigi Buffon uma referência como goleiro e futebolista. Ele é famoso também pela liderança, dedicação, simpatia e educação.

Seu contrato com a Juventus termina no final de junho, e ele tinha a intenção de se aposentar.

Recentemente, deixou no ar a possibilidade de jogar por mais uma temporada, caso o clube deseje.

Serei lacônico: que a Juventus deseje.