A seis meses da Copa, alemães são os favoritos nas casas de apostas

A pouco menos de seis meses do começo da Copa do Mundo, que dá a largada no dia 14 de junho de 2018 com Rússia x Arábia Saudita, quem são as seleções consideradas favoritas? E as tidas como azarões?

A principal candidata ao título é a Alemanha, atual campeã – ganhou da Argentina por 1 a 0, no Maracanã, em julho de 2014. Pelo menos é no que acreditam as casas de apostas.

Visitei algumas delas para verificar as cotações, e a seleção treinada por Joachim Löw, ganhadora neste ano da Copa das Confederações (bateu o Chile na final), é a que menos dá retorno para quem colocar dinheiro nela.

Para cada £ 1 apostada nos germânicos, recebe-se £ 5,50, no caso de eles erguerem novamente a Taça Fifa. Uso como base a britânica Bet365 e a austríaca Bwin, duas das mais famosas casas de apostas. Nas demais, os valores são próximos a esse.

O Brasil vem a seguir, com £ 6 a serem embolsadas para cada £ 1 apostada. Depois, França (6,50/1), Espanha (8/1), Argentina (10/1), Bélgica (13/1) e Inglaterra (17/1).

Leia também: O grupo da morte na Copa da Rússia é o da Argentina

Em uma aposta de 1, é possível ganhar bem mais. Que tal 1.001?

Há essa possibilidade, desde que a Arábia Saudita surpreenda. Ou então o Panamá, que também “paga” esse valor.

Esses dois países são as maiores zebras, de acordo com as cotações, mas há outras: Coreia do Sul, Tunísia (cada uma dessas seleções dá retorno de 501 a 751 para cada 1 de aposta),  Irã (501/1), Costa Rica (401/1 a 501/1), Marrocos (401/1) e Austrália (301/1).

Entre as seleções da Europa, o maior azarão é a Islândia (201/1), que como o Panamá debutará em um Mundial.

Leia também: ‘Se tivermos o Brasil pela frente, estaremos prontos’, diz técnico da Islândia

Em tempo: Por enquanto, são poucas as casas de apostas que oferecem opção para escolher o artilheiro da Copa da Rússia. Neymar oferece retornos que variam de 7/1 a 11/1. Ele e o argentino Messi  (8/1 a 10/1) são neste momento os favoritos à Chuteira de Ouro do Mundial.  Também estão entre os que menos dão lucro ao apostador o atual melhor do mundo, o português Cristiano Ronaldo (11/1 a 12/1), o alemão Timo Werner (10/1 a 16/1) e um outro brasileiro, Gabriel Jesus (14/1 a 16/1).