Goleiro alemão confunde a bola com a marca do pênalti e quase dá vexame

Por Luís Curro

A bola de futebol é, na maioria das vezes, branca – às vezes com detalhes em outra(s) cor(es).

A marca do pênalti também é branca. Uma substância dessa cor, chamada cal, assinala de onde o jogador deve cobrar a penalidade máxima.

Mesmo tendo a mesma cor, é possível alguém confundir a bola, um objeto esférico, com a “marca da cal”, estampada sobre o gramado?

No Campeonato Alemão, isso aconteceu. Em Borussia Mönchengladbach x Mainz, no sábado (4), com o goleiro da equipe visitante, Robin Zentner.

O goleiro do Mainz, Robin Zentner, no jogo da Bundesliga contra o Borussia Mönchengladbach (Marius Becker – 4.nov.2017/Associated Press)

Em uma bola recuada, na grande área, ele deu um leve toque para deixá-la pronta para a reposição. Não percebeu, contudo, que não foi suficiente para deixá-la parada.

A bola continuou em movimento, para trás, enquanto Zentner olhava para a frente. Então ele calmamente chutou… o ar, bem sobre a marca do pênalti.

Percebida a falha visual, o camisa 27 rapidamente se virou e localizou a bola. Mesmo pressionado pelo atacante Stindl, protegeu a redonda, e houve uma dividida com o rival.

Felizmente para o arqueiro trapalhão, um companheiro chegou a tempo de chutá-la para longe da meta do Mainz, aliviando o perigo.

Após o jogo, que terminou 1 a 1, Zentner comentou a lambança: “Com o canto do olho, eu vi alguma coisa branca e pensei que era a bola, mas era a marca do pênalti. A bola estava em algum outro lugar”.

Depois da ocorrência do lance, vê-lo é até engraçado – mesmo companheiros de Zentner deram-lhe uns tapinhas nas costas, com simpáticas risadinhas.

Claro que porque o gol não saiu. Se tivesse saído, a inacreditável confusão do goleiro de 23 anos seria um vexame que entraria para os anais do futebol.