Juventus terá documentário na Netflix que relatará bastidores da equipe

Por Luís Curro

A Juventus, clube que mais títulos conquistou no Campeonato Italiano (33), terá seus bastidores relatados em 2018 pela Netflix.

Detentor de séries de enorme sucesso como “Breaking Bad”, “House of Cards” e “Stranger Things”, o serviço de transmissão pela internet exibirá um documentário dividido em quatro capítulos, de uma hora cada um.

A ser produzido durante esta temporada, ele promete oferecer atrativos como as viagens da equipe para jogos fora de Turim, curiosidades sobre os jogadores (contadas por eles a caminho do centro de treinamento de Vinovo) e conversas nos vestiários dos estádios, mostrando o clima intimista no ambiente dos treinos e das partidas.

“É um motivo de orgulho que a Juventus seja o primeiro time de futebol a ser tema de um filme original da Netflix”, disse Federico Palomba, executivo da área de marketing e receitas do clube. “Graças a esse documentário, os nossos fãs ao redor do mundo poderão conhecer a Juventus por todos os ângulos.”

Time da Juventus posa para foto antes do jogo contra o grego Olympiacos pela Champions League: da esq. para a dir., Matuidi, Chiellini, Barzagli, Mandzukic, Bernardeschi e Buffon  (atrás); Dybala, Cuadrado, Sturaro, Douglas Costa e Alex Sandro (à frente) (Marco Bertorello – 27.set.2017/AFP)

Atual hexacampeã nacional e vice-campeã europeia em duas das últimas três temporadas (2015 e 2017), a Juventus almeja se tornar, nas palavras de Palomba, “uma marca esportiva de entretenimento”. Nesse sentido, uma ação considerada inovadora que chamou a atenção neste ano foi a substituição de seu distintivo.

Erik Barmack, vice-presidente da área internacional da Netflix, explicou a empreitada da empresa americana, em claro afago ao interlocutor da vez.

“A Netflix é a casa das histórias de paixão, e não há torcedores mais apaixonados que os bianconeri (como são chamados os seguidores da Juve, por vestirem branco e preto). Estamos empolgados com o acesso exclusivo ao elenco de um dos mais importantes times do mundo.”

O custo da produção não foi divulgado.

Em tempo: Outro clube europeu que no ano que vem deve ter um documentário exibido é o Manchester City, da Inglaterra, comandado pelo badalado treinador espanhol Pep Guardiola. O projeto está a cargo da Amazon Prime e foi orçado em £ 10 milhões (R$ 43 milhões), conforme publicou a ESPN.