Neymar pegará na fase de grupos da Champions duas de suas maiores vítimas

Por Luís Curro

Se Neymar acredita em retrospecto, ele deve estar satisfeito com o resultado do sorteio da Liga dos Campeões da Europa, nesta quinta (24), que definiu os confrontos da fase de grupos, a partir do dia 12 de setembro.

Neymar exibe a camisa do PSG com seu nome durante sua apresentação à equipe francesa (Reprodução/Instagram de Neymar Jr.)

Em sua caminhada para obter sucesso no novo clube, o Paris Saint-Germain, depois de deixar para trás o superbadalado Barcelona (com quem tinha contrato até 2021), o mais caro jogador do planeta terá pela frente o Celtic (campeão escocês), o Bayern (campeão alemão) e o Anderlecht (campeão belga).

As equipes de Glasgow e de Munique já sofreram nas mãos (ou melhor, nos pés) do craque brasileiro em edições anteriores da Champions League.

O Celtic, que será o primeiro adversário do PSG (atual vice-campeão francês), enfrentou o Barcelona nas edições de 2013-2014 e de 2016-2017.

Perdeu todas as quatro partidas, com direito a duas goleadas, ambas nos jogos no Camp Nou: 6 a 1 e 7 a 0. Nesses quatro duelos, Neymar registrou quatro gols e seis assistências. Excelente.

O segundo da lista de rivais é o poderosíssimo Bayern, oponente do Barcelona na fase semifinal da Champions de 2014-2015.

Na Espanha, 3 a 0 para os catalães, com um gol de Neymar. Na Alemanha, 3 a 2 para os germânicos (então comandados por Pep Guardiola), um triunfo insuficiente para a  classificação – essencial, o então camisa 11 do Barça fez os dois gols da equipe que veste azul e grená.

Não há histórico do agora camisa 10 do PSG contra o terceiro adversário, o Anderlecht – será um encontro inédito.

No total, Neymar já disputou 40 partidas pela Liga dos Campeões (em quatro edições, 2013-2014 até 2016-2017), todas, obviamente, pelo Barcelona. Anotou 20 gols e deu 15 assistências (passes para gol).

Marcas muito boas, especialmente quando o dono do ataque do Barcelona era e ainda é Messi, cinco vezes o melhor jogador do mundo. Nas quatro Champions em que teve a companhia de Neymar, o extraordinário argentino fez 35 gols e deu oito assistências.

Leia também: Neymar fala em desafio em ir para o PSG, mas desistiu do maior ao deixar o Barcelona

Leia também: Neymar deixa o Barça como o 3º maior artilheiro entre os brasileiros

X

Além de Celtic e Bayern, Neymar coleciona mais uma grande vítima no mais prestigiado interclubes do planeta.

E, por irônico que seja, ela é justamente o seu atual time.

Em seis partidas, o astro da seleção brasileira mandou a bola para o fundo do gol do PSG sete vezes – a esses gols, adiciona-se uma assistência.

Na Champions mais recente, Neymar brilhou intensamente no mata-mata de oitavas de final, no qual, nos oito últimos minutos do jogo de volta, em março, marcou dois gols e deu o passe para Sergi Roberto fazer o dele e classificar o Barça e eliminar o PSG na histórica goleada por 6 a 1.

Se Neymar começou muito bem o Campeonato Francês, com três gols e três assistências em dois jogos, os números indicam que os primeiros rivais da Liga dos Campeões podem lhe propiciar um começo igualmente ótimo. A conferir.

X

Em tempo: O desempenho na Champions é fundamental para Neymar realizar um de seus sonhos, o de erguer o troféu de melhor futebolista do planeta. Pois foi também com esse objetivo que ele decidiu migrar para Paris.