Derrota impede Corinthians de atingir marcas históricas na Europa e no Brasil

Por Luís Curro

O Corinthians de Fábio Carille, Jô e companhia parou nos 34 jogos de invencibilidade ao ser derrotado por 1 a 0 pelo Vitória no Itaquerão neste sábado (19), pelo Campeonato Brasileiro.

A sequência invicta foi invejável, porém sua interrupção impede o time mais popular de São Paulo de figurar com mais destaque na lista dos principais recordistas de partidas sem derrota.

X

Levantamento de “O Mundo é uma Bola”, com no cruzamento de informações publicadas por diferentes fontes, como jornais e sites esportivos (pois não há quem centralize de forma oficial os dados), aponta que nas principais ligas nacionais europeias o clube que mais tempo permaneceu sem perder é o Benfica, de Portugal.

A invencibilidade do time de Lisboa durou 48 partidas, de 1963 a 1965, quando Eusébio, que junto com Cristiano Ronaldo é o maior expoente do futebol português, integrava o elenco.

Mais recentemente, neste século, a italiana Juventus, então treinada por Antonio Conte (hoje no inglês Chelsea) acumulou uma série invicta de 44 jogos, iniciada em 8 de setembro de 2011 e encerrada em 20 de maio de 2012.

Leia também: Juventus inova e faz barulho com troca de escudo por logo

No Brasil, Paulo Vinícius Coelho, o PVC, colunista da Folha, publicou um texto em 2011, no site da ESPN, no qual informa que Flamengo e Botafogo dividem o recorde.

O rubro-negro, com Zico e dirigido por Cláudio Coutinho, registrou 52 jogos sem derrota em período iniciado em 1978 e encerrado em 1979; o alvinegro, o mesmo número de partidas invicto, em 1977-1978, em um time com forte conjunto e um campeão mundial em 1970: Paulo Cézar Lima, o Caju.

Ao parar no Vitória, o Corinthians perdeu a chance de se aproximar dessas marcas e desperdiçou uma enorme chance de quebrar o próprio recorde.

A maior série invicta do clube continua a ser a obtida em 1957, sob o comando de Oswaldo Brandão: 37 jogos.