Pachuca, do México, é o 1º time classificado para o Mundial de Clubes da Fifa

Por Luís Curro

O Pachuca superou o também mexicano Tigres, por 1 a 0, conquistou a Liga dos Campeões da Concacaf e é o primeiro time a se classificar para o Mundial de Clubes da Fifa deste ano, que será disputado em dezembro nos Emirados Árabes Unidos.

Após falha do goleiro Guzmán, Jara marcou aos 37 minutos do 2º tempo o gol da classificação no estádio Hidalgo, em Pachuca, que se localiza 96 km ao norte da Cidade do México.

O Pachuca é o vencedor da Liga dos Campeões da Concacaf (Reprodução/Twitter do Club de Fútbol Pachuca)

A partida de ida, oito dias atrás, em San Nicolás de los Garza, casa do Tigres, havia terminado 1 a 1.

O Pachuca venceu a competição entre clubes das Américas do Norte e Central e Caribe pela quinta vez e disputará o torneio interclubes da Fifa pela quarta vez – as outras foram em 2007, 2008 (ano de seu melhor resultado, o quarto lugar) e 2010.

Em 2002, ano do outro título do Pachuca na Liga da Concacaf, a Fifa não organizou um Mundial de clubes.

Antes de superar o Tigres, dirigido pelo técnico brasileiro Ricardo Ferretti, o Pachuca eliminou na fase de grupos o Olimpia (Honduras) e o Police United (Belize). Nos mata-matas, passou pelo Deportivo Saprissa, da Costa Rica, nas quartas de final, e pelo FC Dallas, dos EUA, nas semifinais.

Em sua campanha, ganhou seis partidas, empatou três e perdeu uma. Foram 29 gols a favor e 8 contra.

Guzmán, do Tigres, falha, e Jara se aproveita; assista ao gol (Reprodução/Twitter da Concacaf)

O Pachuca, fundado em 1892, é o clube mais antigo do México e atualmente não tem nenhum brasuca em seu elenco.

Os principais destaques da equipe são os atacantes Jara (argentino) e “Chucky” Lozano (mexicano), ambos goleadores. Seu treinador é o uruguaio Diego Alonso, de 42 anos.

O Pachuca ganhou seis vezes o Campeonato Mexicano, a última delas o Clausura-2016, e uma vez a Copa Sul-Americana, em 2006, superando o chileno Colo-Colo.

Em tempo: Nunca, nas 13 edições do Mundial da Fifa, um clube mexicano chegou à decisão. E nem mesmo obteve a terceira colocação. Porém, à exceção de 2005, quando o Deportivo Saprissa (Costa Rica) participou, sempre foi uma equipe do país a representar a Concacaf. Pachuca, Atlante, Cruz Azul e América (o participante da região em 2016) obtiveram a quarta colocação, uma vez cada um. O atual campeão da competição da Fifa é o Real Madrid.