Tite tem o segundo maior salário entre os técnicos de seleção, publica jornal

Por Luís Curro
Tite é, de acordo com jornal inglês, o atual 2º mais bem pago treinador de uma seleção nacional de futebol (Zo Guimarães – 16.set.2016/Folhapress)

Qual o treinador de uma seleção nacional mais bem remunerado? Joachim Löw, da Alemanha, a atual campeã mundial? Jüergen Klinsmann, dos EUA, donos da maior economia do mundo? Fernando Santos, de Portugal, o atual campeão europeu?

Nenhum deles. Até esta terça (27), o primeiro lugar da lista de dez nomes, de acordo com o popular tabloide britânico “Daily Mail”, era ocupado por Sam Allardyce, da seleção da Inglaterra: 3 milhões de libras esterlinas por ano, ou o equivalente a R$ 1,05 milhão por mês.

Big Sam, entretanto, após dois meses no cargo e um único jogo no comando do English Team, deixou a função dois dias atrás, depois de outro jornal britânico, “The Telegraph”, revelar que o técnico tem um lado corrupto, o que tornou sua situação insustentável.

Com a saída de Allardyce (Gareth Southgate, da seleção inglesa sub-21, assumirá interinamente), o top 10 passou a ter no topo Fatih Terim, certamente desconhecido da maior parte dos leitores.

À frente da apenas mediana seleção da Turquia desde o meio de 2013, Terim recebe anualmente £ 2,7 milhões (R$ 950 mil por mês).

Depois dele, na atual segunda colocação está Tite, da seleção brasileira, recebendo R$ 875 mil mensais. Esse valor supera os R$ 757 mil de Löw e os R$ 708 mil de Klinsmann, os próximos da lista do “Daily Mail”.

Como o “Daily Mail” não revelou a fonte (ou as fontes) de seu levantamento, é adequado tentar verificar a veracidade dos dados antes de tomá-los como uma certeza.

Este blog fez contato com a Confederação Brasileira de Futebol, questionando se a informação do jornal inglês a respeito do salário de Tite está ou não correta e como funciona o contrato trabalhista entre a entidade e o técnico.

A resposta: “O técnico Tite é contratado pelo regime CLT. Quanto a valores questionados,  a CBF não se manifesta sobre o assunto, entendendo ser um tema particular do profissional citado”.

X

No fim de junho, Lauro Jardim, de “O Globo”, publicou que Tite iria receber R$ 600 mil mensais da CBF, uma diferença de R$ 280 mil em relação ao exposto pelo “Daily Mail” – se o primeiro valor for o líquido, descontados Imposto de Renda e INSS, e o segundo, o bruto, pode fazer sentido.

Tite voltou ao Corinthians, em 2015, depois de o Corinthians lhe ter feito proposta de R$ 700 mil por mês.

Sendo R$ 600 mil ou R$ 880 mil o ganho mensal atual de Tite, há ao menos duas conclusões:

1) o cargo de treinador da seleção brasileira é um dos mais bem remunerados do Brasil, rendendo a Tite pelo menos quase R$ 20 mil por dia, quantia astronômica em um país cujo salário mínimo é de R$ 880 (ou R$ 29 por dia para esse trabalhador);

2) Tite ainda está muito longe de ganhar o que o mais bem pago treinador do futebol mundial ganha. O espanhol Pep Guardiola, ex-Barcelona, ex-Bayern de Munique e atual Manchester City, tem, de acordo com o site Total Sportek (especializado em apurar os salários de jogadores e treinadores), vencimentos mensais de R$ 5,2 milhões (£ 1,25 milhão). São £ 15 milhões por ano, ou cinco vezes mais que o brasileiro.

Guardiola é o treinador mais bem pago da atualidade (Martin Rickett - 12.set.2016/Associated Press)
O espanhol Guardiola, do Manchester City, é o treinador mais bem pago da atualidade (Martin Rickett – 12.set.2016/Associated Press)

Eis a lista publicada pelo “Daily Mail”, com os dez treinadores de seleções nacionais mais bem pagos, em valores por ano (ainda incluindo Allardyce, que não está mais no cargo):

1 – Sam Allardyce, 61 anos, inglês, ex-Inglaterra (£ 3 milhões – R$ 12,6 milhões)

2 – Fatih Terim, 63 anos, turco, Turquia (£ 2,7 milhões – R$ 11,3 milhões)

3 – Tite, 55 anos, brasileiro, Brasil (£ 2,5 milhões – R$ 10,5 milhões)

4 – Joachim Löw, 56 anos, alemão, Alemanha (£ 2,15 milhões – R$ 9 milhões)

5 – Jürgen Klinsmann, 52 anos, alemão, EUA ( £ 2,01 milhões – R$ 8,4 milhões)

6 – Carlos Queiroz, 63 anos, português, Irã (£ 1,62 milhão – R$ 6,8 milhões)

7 – Didier Deschamps, 47 anos, francês, França (£ 1,3 milhão – R$ 5,5 milhões)

8 – José Pékerman, 67 anos, argentino, Colômbia (£ 1,25 milhão – R$ 5,2 milhões)

9. Giampiero Ventura, 68 anos, italiano, Itália (£ 1,16 milhão – R$ 4,9 milhões)

10. Fernando Santos, 61 anos, português, Portugal (£ 962 mil – R$ 4 milhões)

Em tempo 1: Antecessor de Tite na seleção, Dunga recebia, de acordo com o site “Finance Football”, € 225 mil (perto de R$ 820 mil pelo câmbio atual).

Em tempo 2: Depois de Guardiola, os treinadores de clubes que mais ganham por mês são, segundo o Total Sportek, o português José Mourinho (Manchester United, £ 1,2 milhão ou R$ 5 milhões), o italiano Carlo Ancelotti (Bayern de Munique, £ 750 mil ou R$ 3,1 milhões), o francês Arsène Wenger (Arsenal, £ 692 mil ou R$ 2,9 milhões) e o francês Zinédine Zidane (Real Madrid, £ 667 mil ou R$ 2,8 milhões). 

Em tempo 3: Como curiosidade e para que possa ser feita uma comparação entre esportes diferentes, informo quais são os treinadores mais bem pagos de um outro futebol, o americano, conforme levantamento de vários sites. Tanto Sean Payton, do New Orleans Saints, como Pete Carroll, do Seattle Seahawks, faturam US$ 8 milhões (R$ 25,7 milhões) por ano. Mensalmente, são R$ 2,14 milhões para cada um.