Clube croata perde invencibilidade de 103 partidas em casa e capitão pede desculpas

Por Luís Curro

Clube mais popular da Croácia, e também o maior vencedor de campeonatos e copas nacionais (18 e 14 títulos, respectivamente), o Dínamo de Zagreb se orgulhava de uma marca ímpar: mais de 100 jogos de invencibilidade atuando como mandante, nas partidas válidas pelo Campeonato Croata.

A série, de exatos 103 jogos, foi interrompida no sábado (10), pelo Osijek, que venceu por 1 a 0, gol marcado por Knezevic logo aos 2 minutos. O Dínamo pressionou, porém não foi capaz de chegar à igualdade, deixando atônitos os 3.012 torcedores que estiveram no estádio Maksimir, em Zagreb, a capital do país.

E o que seria apenas um “aquecimento” para a estreia na Liga dos Campeões da Europa – nesta quarta (14), na França, contra o Lyon – tornou-se motivo para abalar o elenco, tanto que gerou um pedido de desculpas à torcida do capitão da equipe.

“Nós todos (jogadores) sentimos muito por essa derrota, que foi inesperada. Pedimos desculpas por não conseguir estender nossa série invicta”, disse o meio-campista Domagoj Antolic, de 26 anos. “Temos que esfriar a cabeça e nos prepararmos física e mentalmente para seguir em frente.”

Dinamo_Zagreb
Lance de Dínamo 0 x 1 Osijek (Reprodução/Twitter do Dínamo de Zagreb)

A última derrota do Dínamo em casa pelo Campeonato Croata tinha sido no dia 31 de julho de 2010, 2 a 1 para o Rijeka, de virada e com um gol contra resultando no revés.

Desde então, o time venceu 90 partidas e empatou 13 até cair diante do Osijek, clube que jamais ganhou o Croata e tem uma única conquista da Copa do país, no já longínquo ano de 1999.

O Dínamo se sagrou campeão das 11 últimas edições do campeonato nacional (ganha desde 1995/1996) e é o atual bicampeão da Copa da Croácia.

Internacionalmente, contudo, o clube não tem o mesmo sucesso: jamais passou da fase de grupos na Champions League. Na edição 2016-2017, os rivais são, além do Lyon, a Juventus (Itália) e o Sevilla (Espanha).

Em tempo: De acordo com a Uefa, entidade que comanda o futebol na Europa, pertence ao Steaua de Bucareste a maior sequência invicta de um clube do continente, considerando a respectiva liga local e as partidas como mandante e visitante. A equipe romena permaneceu 106 jogos sem perder entre 1986 e 1989.