Os caras de Dunga – Fernandinho x Casemiro e Douglas Costa x Filipe Luís

Por Luís Curro
Atletico Madrid's Filipe Luis attends a training session at the Camp Nou stadium in Barcelona, Spain, Monday, April 4, 2016. FC Barcelona will play against Atletico Madrid in a Champions League soccer match on Tuesday April 5. (AP Photo/Manu Fernandez)
O lateral esquerdo Filipe Luís em treinamento do Atlético de Madri, que enfrentará o Bayern em uma das semifinais da Champions League (Manu Fernandez – 5.abr.2016/Associated Press)

Começam nesta terça (26), com Manchester City x Real Madrid, no Etihad Stadium, as semifinais da Liga dos Campeões da Europa. À quarta (27) está reservado o confronto Atlético de Madrid x Bayern de Munique, no Vicente Calderón.

Há alguns brasileiros defendendo essas equipes. O City conta com a dupla de volantes Fernando e Fernandinho. O Real tem os laterais Danilo (direito) e Marcelo (esquerdo), além do volante Casemiro. O lateral esquerdo Filipe Luís joga pelo Atlético, e Rafinha (lateral direito) e Douglas Costa (meia-atacante) defendem o Bayern.

Há dois duelos interessantes nessas partidas, de jogadores que serviram ou servem a seleção brasileira nesta era Dunga, na qual o Brasil não vai muito bem.

O primeiro é Fernandinho x Casemiro.

O jogador do City, de 30 anos, titular absoluto na equipe inglesa, esteve nas últimas listas de convocados do treinador brasileiro. O atleta do Real, de 24 anos, ganhou recentemente a confiança do técnico Zinédine Zidane e, assim, um lugar no 11 inicial.

Real Madrid's Brazilian midfielder Casemiro smiles during a training session at Valdebebas Sport City in Madrid on April 11, 2016 on the eve of their Champions League second leg football match against Wolsburg. / AFP PHOTO / PIERRE-PHILIPPE MARCOU
O volante Casemiro em treino do Real Madrid, adversário do Manchester City em semifinal da Liga dos Campeões da Europa (Pierre-Philippe Marcou – 11.abr.2016/AFP)

Casemiro esteve na seleção brasileira que fracassou na Copa América de 2015, no Chile.

Possivelmente nunca saiu do radar de Dunga, mas acabou não sendo mais chamado por ser reserva no Real Madrid de Rafael Benítez, o antecessor de Zidane.

Agora, o ex-são-paulino tem ótima oportunidade de mostrar que merece uma reconvocação. E Fernandinho tem de se cuidar, pois pode ser ele a perder o lugar – percebe-se que os outros volantes chamados ultimamente por Dunga (Luiz Gustavo e Elias) têm a predileção do treinador.

Fernandinho, que foi revelação do Atlético-PR na primeira metade dos anos 2000, pode ter pela frente craques da estirpe de Cristiano Ronaldo, Bale, James Rodríguez, Kroos… Além disso, como o jogo de ida é em Manchester, e cabe ao time da casa a iniciativa de buscar um resultado favorável (que nesse caso é apenas a vitória), precisará apoiar o ataque com frequência e eficiência.

Casemiro terá a missão de, quando estiver mano a mano com eles, parar os habilidosos e criativos De Bruyne e David Silva. E, nas vezes que Fernandinho avançar, parar também o compatriota.

 Chelsea v Manchester City - Barclays Premier League - Stamford Bridge - 16/4/16 Chelsea's Thibaut Courtois is shown a red card after this foul on Manchester City's Fernandinho resulting in a penalty Reuters / Dylan Martinez
Fernandinho, do Manchester City, no lance em que sofreu pênalti contra o Chelsea na Premier League (Dylan Martinez – 16.abr.2016/Reuters)

Em Atlético x Bayern, há a possibilidade de Filipe Luís, de 30 anos, ter de marcar o colega de seleção Douglas Costa, 25, a depender da escalação de Guardiola, o técnico do time alemão.

Um alternativa muito provável é Ribéry ser escalado, ocupando o lado esquerdo do ataque do Bayern. Desse modo, Douglas Costa passa para a ponta direita, já que Robben ainda não se recuperou de lesão na virilha.

Filipe Luís é bom marcador, apesar de parecer atrasado ou desatento – às vezes, está mesmo atrasado. Velocíssimo, Douglas Costa pode tanto optar por buscar a linha de fundo, a fim de cruzar para os letais atacantes Lewandowski e Müller, ou cortar para o meio e, com a perna boa (a esquerda), chutar ao gol defendido por Oblak – fez um golaço assim no sábado (23).

Atenção será tudo para Filipe Luís nesse confronto. Contra o insinuante Douglas Costa, não poderá ter a regalia de piscar. Ou vai dançar (nos dois sentidos).

VfB Stuttgart v Bayern Munich - German Bundesliga - Mercedes-Benz Arena, Stuttgart, Germany 09/04/16 Bayern Munich's Douglas Costa celebrates after scoring a goal REUTERS/Kai Pfaffenbach
O meia-atacante Douglas Costa comemora gol pelo Bayern de Munique no Campeonato Alemão (Kai Pfaffenbach – 9.abr.2016/Reuters)

Entre os demais brasileiros, no Real Madrid, Marcelo mais uma vez tentará mostrar a Dunga que é o melhor de sua posição e que merece estar de volta na próxima lista, que será a para a Copa América dos EUA, em junho.

Danilo, que viveu recente fase ruim, redimiu-se nas duas últimas rodadas do Espanhol, com uma assistência por jogo, mas é provável que volte à reserva de Carvajal, que se recuperou de contusão.

Fernando é um marcador sólido, mas com habilidade reduzida, e perigoso nas jogadas de bola parada. Está com 28 anos e jamais defendeu a seleção brasileira adulta. Será com Dunga? Improvável. Mas, se o City passar pelo Real, o cartaz de Casemiro cai e o dele cresce: será um finalista de Champions League.

Rafinha é reserva de Lahm no Bayern. Depois de renegar a seleção no ano passado, seguirá a vida futebolística bem longe do escrete canarinho.

Em tempo: Os principais destaques dos últimos sete dias entre os mais recentes convocados de Dunga foram Alisson (do Internacional, que não levou gol em jogo do Gaúcho – o Inter é finalista), Danilo (dois jogos pelo Real Madrid, duas assistências), Willian (um gol pelo Chelsea no Inglês), Douglas Costa (um gol pelo Bayern na Bundesliga) e Philippe Coutinho (um gol pelo Liverpool no Inglês). Alex Sandro (Juventus) sagrou-se campeão italiano mesmo sem participar (ficou no banco) da vitória sobre a Fiorentina. Oscar (Chelsea) não jogou, e há rumores de que possa trocar a Inglaterra pela Itália (Juventus) no meio do ano.