Os caras de Dunga – Saiba quem confronta quem nas quartas de final da Champions League

Por Luís Curro

Começam nesta terça-feira (5), às 15h45, com Bayern de Munique x Benfica e Barcelona x Atlético de Madri, as quartas de final da Champions League, a badalada Liga dos Campeões da Europa.

E todos os jogos (os outros são Wolfsburg x Real Madrid e Paris Saint-Germain x Manchester City, na quarta-feira) têm confrontos entre brasileiros relacionados na última convocação de Dunga para a seleção brasileira, para os jogos contra Uruguai e Paraguai, que acabaram empatados por 2 a 2.

Vamos a eles.

Douglas Costa (Bayern) x Jonas (Benfica)

Apesar de Douglas Costa ter sido titular contra uruguaios (fez o primeiro gol do Brasil) e paraguaios, quem vive fase melhor é Jonas, principal artilheiro dos mais importantes campeonatos da Europa na temporada 2015-2016, com 30 gols, ao lado do argentino Higuaín (Napoli).

O futebol do habilidoso e veloz meia-atacante não tem sido o mesmo do começo da temporada, e, com a volta do experiente Ribéry e o bom momento da revelação Coman (ambos franceses), Douglas Costa já não é uma unanimidade no Bayern. Deve ser titular na partida em Munique, porém, se não se destacar no primeiro tempo, a chance de ser substituído é alta.

Por ser a maior esperança de gols do clube lisboeta, Jonas não corre esse risco. Nas oitavas de final da Liga dos Campeões, marcou em fevereiro um gol importantíssimo, nos acréscimos do segundo tempo, na partida de ida do mata-mata contra o Zenit, da Rússia – o Benfica ganhou por 1 a 0. Está pendurado, então precisa se precaver para não levar cartão amarelo.

Desempenho na Champions League 2015-2016

  • Douglas Costa (25 anos) – 7 jogos, 2 gols, 3 assistências, 1 cartão amarelo
  • Jonas (32 anos) – 8 jogos, 2 gols, 2 assistências, 2 cartões amarelos
Jonas comemora seu gol, de pênalti, no 5 a 1 do benfica sobre o Braga pelo Português (Zhang Liyun - 1º.abr.2016/Xinhua)
Jonas comemora seu gol, feito de pênalti, no 5 a 1 do Benfica sobre o Braga pelo Campeonato Português (Zhang Liyun – 1º.abr.2016/Xinhua)

Neymar e Daniel Alves (Barcelona) x Filipe Luís (Atlético de Madri)

Neymar e Daniel Alves tiveram desempenho bem distintos nas partidas pelas eliminatórias. O primeiro, único supercraque brasileiro na atualidade, foi vilão: teve atuação abaixo da esperada diante do Uruguai, recebeu um cartão amarelo e não pôde atuar em Assunção. O segundo, herói: aos 47 minutos do segundo tempo, marcou o gol que evitou a derrota do time canarinho.

No clássico de sábado (2) contra o Real Madrid pelo Espanhol, os dois se equivaleram, negativamente. O atacante não fez gol nem deu assistência (se bem que deixou uma vez Suárez sem goleiro e o uruguaio furou), e o lateral direito falhou no gol da vitória do Real, ao errar feio o tempo da bola em cruzamento para Cristiano Ronaldo, que não perdoou e mandou para as redes: 2 a 1.

Assim, ambos tentarão dar a volta por cima na partida de hoje diante de um Atlético de Madri que vem cheio de confiança depois da goleada de 5 a 1 no Betis, pelo Espanhol.

Titular inconteste, Filipe Luís tem feito partidas regulares tanto no Espanhol como na Champions. O lateral esquerdo é um jogador regular, com algumas poucas partidas boas e outras, também poucas, ruins. Seu lance mais lembrado nesta temporada é a entrada violenta que deu em Messi.

Desempenho na Champions League 2015-2016

  • Neymar (24 anos) – 7 jogos, 3 gols, 4 assistências, 1 cartão amarelo
  • Daniel Alves (32 anos) – 6 jogos, 0 gol, 2 assistências, 3 cartões amarelos
  • Filipe Luís (30 anos) – 5 jogos, 0 gol, 0 assistência
Neymar durante treino no CT do Barcelona para a partida diante do Atlético de Madri (Albert Gea - 4.abr.2016/Reuters)
Neymar durante treino no CT do Barcelona para a partida pela Champions diante do Atlético de Madri (Albert Gea – 4.abr.2016/Reuters)

Luiz Gustavo (Wolfsburg) x Danilo (Real Madrid)

A chance de o time alemão, completo azarão nesse duelo, avançar para as semifinais passa por performances excepcionais de todo o time, e o papel de Luiz Gustavo é de suma importância. O volante terá de se desdobrar para impedir que os meias Kroos (alemão) e Modric (croata) articulem com sucesso os ataques e contra-ataques da equipe espanhola. Devem sobrar botinadas.

Apesar de Luiz Gustavo ser homem de confiança de Dunga para a posição de primeiro volante, não é uma unanimidade entre os analistas. Uma das opções para o lugar dele é Casemiro (ex-São Paulo), que tem atuado muito bem, recentemente, pelo Real Madrid – contra o Barcelona, no fim de semana, foi um dos melhores em campo. Será interessante acompanhar os dois nesse mata-mata.

Reserva de Daniel Alves na seleção, o lateral direito Danilo tem disputado com Carvajal a posição no Real. Na vitória sobre o Barça, ele ficou na reserva, e o concorrente teve boa atuação, tanto na marcação quanto no apoio. A conferir se Zidane o escalará ou não.

Desempenho na Champions League 2015-2016

  • Luiz Gustavo (28 anos) – 5 jogos, 0 gol, 0 assistência, 1 cartão amarelo
  • Danilo (24 anos) – 5 jogos, 0 gol, 1 assistência, 2 cartões amarelos
O lateral Danilo (à frente) e Gareth Bale em treinamento do Real Madrid, quye duelará com o Wolfsburg (1º.abr.2016/AFP)
O lateral Danilo (à frente) e Gareth Bale em treinamento do Real Madrid, que duelará com o Wolfsburg (1º.abr.2016/AFP)

David Luiz e Marquinhos (PSG) x Fernandinho (Manchester City)

Nas partidas mais recentes das eliminatórias, que deixaram o Brasil fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018, David Luiz só jogou contra o Uruguai, e foi péssimo: estava mal posicionado no gol de Cavani e não teve pernas para acompanhar Suárez no segundo. Como levou cartão amarelo, teve de cumprir suspensão e não viajou para a capital paraguaia. Marquinhos foi reserva nessas duas partidas.

No PSG, campeão francês com muita antecedência, David Luiz tem tido atuações sólidas ao lado de Thiago Silva. No domingo (3), concluiu de cabeça um escanteio, marcando um gol na goleada (4 a 1) no Nice. Reserva de ambos, Marquinhos vem atuando como titular na lateral direita, no lugar que seria naturalmente do holandês Van der Wiel – o então titular, Aurier (Costa do Marfim), foi afastado depois de difamar o treinador e colegas de time.

Fernandinho atuou, sem brilho, nos dois jogos do Brasil, na vaga de Elias (Corinthians), que se recuperava de lesão. Foi substituído em ambos. No City, geralmente joga bem, com papel relevante, tanto como incansável marcador no meio como nas subidas, comedidas, ao ataque.

Desempenho na Champions League 2015-2016

  • David Luiz (28 anos) – 6 jogos, 1 gol, 0 assistência, 4 cartões amarelos
  • Marquinhos (21 anos) – 5 jogos, 0 gol, 0 assistência
  • Fernandinho (30 anos) – 8 jogos, 1 gol, 2 assistências, 1 cartão amarelo
O zagueiro David Luiz festeja gol no jogo em que o PSG superou o Nice pelo Francês (Martin Bureau - 2.abr.2016/AFP)
O zagueiro David Luiz festeja gol no jogo em que o PSG superou o Nice pelo Francês (Martin Bureau – 2.abr.2016/AFP)

Meu palpite: avançarão para as semifinais Douglas Costa, Neymar, Daniel Alves, Danilo, David Luiz e Marquinhos.

Em relação à seleção brasileira, o próximo compromisso será em junho, na Copa América dos EUA, possivelmente sem Neymar.

X

A última convocação de Dunga teve os seguintes nomes (4 dos 23 atuam no Brasil):

Alisson (Internacional), Marcelo Grohe (Grêmio) e Diego Alves (Valencia-ESP) – goleiros

Daniel Alves (Barcelona-ESP), Danilo (Real Madrid-ESP), Filipe Luís (Atlético de Madrid-ESP) e Alex Sandro (Juventus-ITA) – laterais

Miranda (Inter de Milão-ITA), David Luiz (PSG-FRA), Marquinhos (PSG-FRA) e Gil (Shandong Luneng-CHN) – zagueiros

Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE), Fernandinho (Manchester City-ING), Willian (Chelsea-ING), Oscar (Chelsea-ING), Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN), Philippe Coutinho (Liverpool-ING) e Lucas Lima (Santos) – meio-campistas

Neymar (Barcelona-ESP), Jonas (Benfica-POR), Douglas Costa (Bayern de Munique-ALE), Hulk (Zenit-RUS) e Ricardo Oliveira (Santos) – atacantes

Em tempo 1: As partidas de volta das quartas de final da Liga dos Campeões serão já na semana que vem. Manchester City x PSG e Real Madrid x Wolfsburg na terça (12) e Atlético de Madrid x Barcelona e Benfica x Bayern na quarta (13).

Em tempo 2: Os principais destaques do final de semana entre os mais recentes convocados foram Hulk, Ricardo Oliveira (dois gols cada um), Jonas, Philippe Coutinho e David Luiz (1 gol cada um), Oscar (1 assistência) e Alisson (nenhum gol sofrido). Miranda foi expulso na derrota da Inter. Marcelo Grohe, Danilo, Gil, Alex Sandro, Luiz Gustavo e Willian não atuaram por seus respectivos times.