Campeão com precocidade recorde, PSG vislumbra a “Coroa Quíntupla”

Por Luís Curro

Campeão francês pela sexta vez ao golear fora de casa, por 9 a 0, o lanterninha Troyes neste domingo (13), com oito rodadas a serem ainda disputadas na Ligue 1, o Paris Saint-Germain atingiu também um recorde de precocidade.

Considerando as cinco principais ligas da Europa (Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália), esta é a primeira vez que um clube conquista o campeonato antes da chegada da primavera no hemisfério norte, que ocorre no próximo domingo, dia 20.

De acordo com a agência de notícias Reuters, até hoje a equipe desses países que mais cedo tinha amealhado a taça da principal competição nacional era o Bayern de Munique, na temporada 2012-2013. Faturou a Bundesliga no dia 25 de março de 2013.

Ao ganhar o primeiro turno da liga, geralmente no fim de dezembro, o time de cada nação europeia é chamado de “campeão de inverno” (em alusão à estação vindoura ou recém-chegada), um título meramente simbólico.

Desta vez o endinheirado PSG, abastecido por petrodólares (seu proprietário desde 2011 é o grupo Qatar Sports Investiments, pertencente à família real do Qatar), recheado de ótimos jogadores e com uma trinca de craques, ganhou o título francês ainda na vigência do inverno europeu. Tornou-se na prática um campeão de inverno.

A conquista, que já era esperada havia meses, foi a quarta, em sequência, do PSG na Ligue 1.

O brasileiro Thiago Silva, capitão do PSG, mostra com as mãos o número de títulos da equipe no Francês (Thibault Camus - 13.mar.2016/Associated Press)
O brasileiro Thiago Silva, capitão do PSG, mostra com as mãos o número de títulos da equipe no Francês (Thibault Camus – 13.mar.2016/Associated Press)

Agora, a equipe de uniforme azul e vermelho, comandada pelo treinador Laurent Blanc, terá nos próximos meses uma rara chance de conquistar a “Coroa Quíntupla” na temporada 2015-2016.

Em agosto, derrotou o Lyon e ganhou a Supercopa da França. Está na decisão da Copa da Liga Francesa, contra o Lille, em uma das semifinais da Copa da França (o rival será o Lorient) e, tendo eliminado o Chelsea na quarta (9), nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa (adversário a ser definido).

O maior desafio time capitaneado pelo zagueiro brasileiro Thiago Silva, e com nomes do quilate de Ibrahimovic, Di María, Cavani e David Luiz, é conquistar a Europa. Ganhar uma inédita Liga dos Campeões colocará indiscutivelmente o PSG entre os maiorais do velho continente.

Pois, até agora, as únicas taças internacionais do PSG são a da extinta Recopa Europeia, em 1999, e a da inexpressiva Copa Intertoto (uma espécie de “torneio de verão”), também extinta, em 2001.

Em tempo 1: A goleada de 9 a 0 que resultou no título foi a segunda maior da história do PSG. Em 1994, pela Copa da França, o time derrotou por 10 a 0 o Côte Chaude.

Em tempo 2: O único clube francês a vencer a Liga dos Campeões (Champions League), disputada desde 1955-1956, é o Olympique de Marselha, em 1992-1993. Stade de Reims (duas vezes) e Saint-Étienne e Monaco (uma vez cada um) foram vice-campeões.