Na França, vice-líder está mais próximo da segunda divisão que de ser campeão

Por Luís Curro

O Campeonato Francês desta temporada tem a marca do enorme abismo entre o Paris Saint-Germain e os seus 19 concorrentes. Passadas 21 rodadas, o PSG está invicto, com 18 vitórias, 3 empates e 57 pontos. É o virtual campeão.

O Monaco, segundo colocado na tabela, acumula 36 pontos e, curioso, está mais perto da zona do rebaixamento à segunda divisão do que da liderança.

A diferença do clube para o PSG é de 21 pontos, enquanto a para o Toulouse, 19º colocado e o primeiro da região do descenso (caem apenas duas equipes nesta edição da Ligue 1), é de 16.

Em 2014-2015, a esta mesma altura da competição (21 jogos disputados por cada equipe), o Lyon liderava com 45 pontos, seguido por Olympique de Marselha (44) e PSG (41). Ou seja, o Olympique estava a apenas 1 ponto da liderança e a 24 do primeiro time na zona da degola, o Evian.

Na temporada anterior (2013-2014), a distância do Monaco, então vice-líder depois de 21 partidas, para o primeiro colocado, o PSG, era de 5 pontos e a para o antepenúltimo classificado, o Valenciennes, de 28 pontos.

Desde 1998-1999, até onde a pesquisa deste blogueiro pôde chegar (são 18 edições da Ligue 1 comparadas), o cenário mais próximo do que se vê hoje depois de 21 rodadas foi o de 2006-2007, quando o segundo colocado naquele momento, o Olympique de Marselha, estava 14 pontos atrás do primeiro, o Lyon (50 a 36), e 16 pontos na frente do primeiro na zona da degola, o Troyes.

Vagner Love, ex-Corinthians, reforço do Monaco, vice-líder do Francês (Valery Hache - 14.jan.2016/AFP)
Vagner Love, ex-Corinthians, reforço do Monaco, vice-líder do Francês (Valery Hache – 14.jan.2016/AFP)

O Monaco, que conta com o lateral direito-volante Fabinho no elenco (presença eventual nas convocações de Dunga para seleção brasileira), contratou nesta janela de transferências o atacante Vagner Love, campeão brasileiro pelo Corinthians no ano passado.

O que isso significa?

Um reforço razoável na luta da equipe para se classificar para a Liga dos Campeões da Europa – o segundo colocado do Francês obtém vaga direta na fase de grupos da badalada competição. Reforço também para tentar ganhar a Copa da França – o clube está nas oitavas de final.

Pois o Monaco, mesmo mais perto da zona de descenso do que da liderança, perdeu só três jogos até agora e não corre risco de rebaixamento. O time do famoso principado, fundado em 1924, subiu para a divisão de elite pela última vez há não muito tempo, em 2012-2013.