Os caras de Dunga – Neymar deve à seleção um 2016 genial

Por Luís Curro

Neymar teve em 2015 o melhor ano de sua carreira… pelo Barcelona.

Ganhou Champions League, Mundial de Clubes, Campeonato Espanhol, Copa do Rei. Em duas dessas competições (Champions e Copa do Rei), foi um dos artilheiros.

Fez um dos mais belos gols do ano, diante do Villarreal, e é o artilheiro do Espanhol que está em andamento (14 gols em 13 partidas, média superior a um tento por jogo).

X

Concorre com Messi, companheiro de Barça, e com Cristiano Ronaldo (Real Madrid) ao prêmio de melhor do mundo de 2015 da Fifa – o anúncio do vencedor será no dia 11 de janeiro, na Suíça.

Tudo isso com a camisa azul e grená do clube espanhol.

Já pela seleção brasileira…

A maior lembrança é Neymar sendo expulso, no final da partida contra a Colômbia pela Copa América, depois de desentendimento com Murillo. Tentou acertar uma cabeçada no zagueiro colombiano, que foi questioná-lo por chutar a bola nas costas de Armero. Acabou levando um safanão do atacante Bacca e recebendo o cartão vermelho no caminho do vestiário.

Resultado: o ato de indisciplina lhe rendeu uma suspensão de quatro partidas e, sem Neymar, o Brasil foi eliminado pelo Paraguai da competição e também começou mal as eliminatórias para a Copa da Rússia-2018, perdendo de 2 a 0 do Chile.

A caminho do vestiário, Neymar leva cartão vermelho na Copa América (Ueslei Marcelino - 17.jun.2015/Reuters)
A caminho do vestiário, Neymar (esq.) leva cartão vermelho na Copa América (Ueslei Marcelino – 17.jun.2015/Reuters)

Nos quatro jogos oficiais pela seleção que Neymar disputou neste ano, dois na Copa América, dois pelas eliminatórias, ele somou um gol, uma assistência, três cartões amarelos e um cartão vermelho. Nada bom.

Pela seleção principal, Neymar tem uma única conquista, a Copa das Confederações de 2013, disputada no Brasil.

Fracassou em duas Copas Américas (2011, na Argentina, em 2015, no Chile) e na Copa do Mundo de 2014, no Brasil – dessa vez, sem responsabilidade alguma, já que sofreu séria lesão nas costas, cortesia do colombiano Zúñiga, e não atuou no vexaminoso Brasil 1 x 7 Alemanha, na semifinal.

Também não conseguiu o título olímpico em 2012. A seleção perdeu a final dos Jogos de Londres por 2 a 1 para o México – Neymar passou em branco no jogo decisivo.

Há 2016 pela frente, e Neymar terá várias chances de apagar o fraco desempenho pela seleção neste 2015 que já vai partir.

No ano vindouro, o Brasil disputará oito partidas pelas eliminatórias (as duas primeiras em março), a Copa América dos EUA (uma edição especial em junho, realizada por causa do centenário da competição) e a Olimpíada do Rio de Janeiro (em agosto, em busca do sonhado e inédito ouro).

Neymar atingiu tamanho nível de excelência que o Brasil espera ter dele um retorno proporcional. Espera que ele comande a seleção e a leve, como protagonista, a conquistar títulos. Como fizeram Pelé, Garrincha, Romário, Ronaldo.

Precisa ser genial com a camisa verde e amarela. Menos que isso, será pouco.

X

A seguir, o desempenho de cada jogador da última lista de Dunga (9 dos 23 atuam no Brasil) nos últimos sete dias:

Goleiros

Alisson (Internacional) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Inter ficou em 5º lugar. Está de férias. Sem avaliação

Cássio (Corinthians) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Corinthians foi o campeão. Está de férias. Sem avaliação

Jefferson (Botafogo) – Campeão da Série B do Brasileiro, está de férias. Sem avaliação

Defesa

Daniel Alves (Barcelona-ESP) – Barcelona 3 x 0 Guangzhou Evergrande (Mundial de Clubes). O time chinês não representou praticamente nenhum perigo para o Barça, e Daniel Alves apoiou o ataque com frequência, porém sem criar perigo de gol. Barcelona 3 x 0 River Plate (Mundial de Clubes). Boa presença no ataque, sendo participativo na armação das jogadas pelo seu setor. Fez o cruzamento para Neymar servir Messi no primeiro gol do jogo. Na defesa, não teve trabalho. Bom

Miranda (Inter de Milão-ITA) – Inter 3 x 0 Cagliari (Copa da Itália). Poupado, não foi relacionado para a partida. Inter 1 x 2 Lazio (Italiano). Na terceira vez nos últimos dez jogos em que a Inter foi vazada, não teve culpa nos gols. Regular

David Luiz (PSG-FRA) – PSG 1 x 0 Saint Étienne (Copa da Liga Francesa). Poupado, ficou na reserva. Caen 0 x 3 PSG (Francês). Formou a (sólida) zaga com Thiago Silva. Por três competições (Francês, Champions League e Supercopa da França), David Luiz defendeu o PSG em 16 partidas neste semestre. Nessas 16, a equipe só sofreu gol em quatro – e apenas um gol em cada um desses quatro jogos. Bom

Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP) – Atlético  1 x 0 Reus Deportiu (Copa do Rei). Poupado, não foi relacionado para a partida. Málaga 1 x 0 Atlético (Espanhol). O brasileiro Charles marcou o único jogo após receber cruzamento em uma posição em que Filipe Luís deveria estar ocupando – mas não estava. Levou cartão amarelo após cometer uma falta. Ruim

Danilo beija o compatriota Marcelo depois de fazer gol contra o Rayo Vallecano (Sergio Perez - 20.dez.2015/Reuters)
Danilo beija o compatriota Marcelo depois de fazer gol contra o Rayo Vallecano (Sergio Perez – 20.dez.2015/Reuters)

Danilo (Real Madrid-ESP) – Real Madrid 10 x 2 Rayo Vallecano (Espanhol). Logo aos 3 minutos, abriu o placar da histórica goleada do Real, e , aos 25 minutos, cruzou para Bale fazer o segundo gol. Perdeu a disputa de cabeça com Jozabed no segundo gol do Rayo. Recebeu um cartão amarelo no 2º tempo depois de fazer uma falta. Bom

Gabriel Paulista (Arsenal-ING) – Arsenal 2 x 1 Manchester City (Inglês). Ficou na reserva de Mertesacker e Koscielny. Sem avaliação

Gil (Corinthians) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Corinthians foi o campeão. Está de férias. Sem avaliação

Douglas Santos (Atlético-MG) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Atlético ficou em 2º lugar. Está de férias. Sem avaliação

Meio-campo

Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE) – Stuttgart 3 x 1 Wolfsburg (Alemão). Um problema no joelho o afastou do jogo contra o até então lanterna da Bundesliga. Sem avaliação

Elias (Corinthians) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Corinthians foi o campeão. Está de férias. Sem avaliação

Fernandinho (Manchester City-ING) – Arsenal 2 x 1 Manchester City (Inglês). No começo do jogo, arriscou de fora da área, mas errou o alvo. No fim do 1º tempo, não conseguiu dominar bola mal passada por Mangala, e o Arsenal avançou e marcou 2 a 0. No 2º tempo, nada a destacar. Regular

Oscar (Chelsea-ING) – Chelsea 3 x 1 Sunderland (Inglês). Na primeira partida dos Blues após a demissão de José Mourinho, Oscar pareceu ter corrido mais do que em partidas anteriores, além de ter sido bem mais participativo, especialmente no 1º tempo. Mostrou bom entrosamento com Willian, Fàbregas e Diego Costa. No começo do 2º tempo, fez um gol, de pênalti. Foi substituído aos 37 minutos – entrou Ramires. Bom

Willian ganha abraço de Ivanovic na vitória do Chelsea sobre o Sunderland (Facundo Arrizabalaga - 19.dez.2015/EFE)
Willian ganha abraço de Ivanovic na vitória do Chelsea sobre o Sunderland (Facundo Arrizabalaga – 19.dez.2015/EFE)

Willian (Chelsea-ING) – Chelsea 3 x 1 Sunderland (Inglês). Willian continua mostrando o bom futebol de toda a temporada. Tem sido quase sempre o homem das bolas paradas no time e cobrou o escanteio para Ivanovic abrir o placar, de cabeça, logo no começo da partida. Com a ausência de Hazard, que, contundido, não jogou, Willian apareceu ainda mais, nas triangulações e/ou nas jogadas pelas pontas. Sofreu o pênalti que resultou no gol de Oscar. Bom

Lucas Lima (Santos) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Santos ficou em 7º lugar. Está de férias. Sem avaliação

Renato Augusto (Corinthians) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Corinthians foi o campeão. Está de férias. Sem avaliação

Kaká (Orlando City-EUA) – Seu time não se classificou para os playoffs da Major League Soccer, que terminou no dia 6 de dezembro com o título do Portland Timbers. Está de férias. Sem avaliação

Ataque

Neymar (Barcelona-ESP) –Barcelona 3 x 0 Guangzhou Evergrande (Mundial de Clubes). Recém-recuperado de lesão na perna, ficou na reserva na partida contra o time de Felipão. Barcelona 3 x 0 River Plate (Mundial de Clubes). Duas assistências na final do Mundial: no 1º tempo, tocou de cabeça para Messi concluir de canhota; no 2º tempo, cruzou na cabeça de Suárez, que marcou o terceiro e derradeiro gol. Recebeu um cartão amarelo na metade do 2º tempo e foi substituído, aos 44 minutos, por Mathieu. Bom 

Neymar com a medalha do título mundial do Barcelona, em Yokohama (Toshifumi Kitamura - 20.dez.2015/AFP)
Neymar com a medalha do título mundial do Barcelona, em Yokohama (Toshifumi Kitamura – 20.dez.2015/AFP)

Hulk (Zenit-RUS) – O Campeonato Russo está em recesso até o final de fevereiro. O próximo jogo do Zenit é pela Champions League, contra o Benfica, em Portugal, no dia 16 de fevereiro. Sem avaliação

Douglas Costa (Bayern de Munique-ALE) – Bayern 1 x 0 Darmstadt (Copa da Alemanha). Ainda se recupera de lesão muscular e não foi relacionado para o jogo. Hannover 0 x 1 Bayern (Alemão). A situação foi a mesma da partida anterior. Sem avaliação

Ricardo Oliveira (Santos) – O Brasileiro-2015 terminou no dia 6 de dezembro, e o Santos ficou em 7º lugar. Está de férias. Sem avaliação