Goleiro de 16 anos quebra recorde de precocidade na Itália e mira a Azzurra

Por Luís Curro

Aos 16 anos e 8 meses de idade, Gianluigi Donnarumma fez história na Itália neste domingo (25).

O jogador do Milan se tornou o mais jovem goleiro a começar uma partida da elite do Campeonato Italiano.

Com Donnarumma no gol, o Milan derrotou o Sassuolo por 2 a 1 no estádio San Siro, em Milão.

Vestido com uniforme cinza e usando chuteiras e luvas cor-de-rosa, o “teenager” fez apenas uma defesa, logo aos 7 minutos de jogo, em chute de Laribi, e não conseguiu impedir o gol do time adversário em cobrança de falta de Berardi aos 8 minutos do 2º tempo.

O brasileiro Luiz Adriano marcou o gol da vitória do rubro-negro.

O treinador sérvio Sinisa Mihajlovic decidiu lançar Donnarumma depois de barrar o espanhol Diego López, de 33 anos, que em oito jogos pelo Milan na Serie A levou 12 gols.

A outra alternativa do técnico era Christian Abbiati, de 38 anos, titular do Milan em cinco temporadas e que perdeu a posição em 2014, após a chegada de Diego López do Real Madrid.

Contra o Sassuolo, porém, Abbiati foi relegado ao banco de reservas.

“Não levei em consideração a idade (de Donnarumma), apenas se ele é bom ou não”, afirmou Mihajlovic. “Não deveria haver drama.”

Donnarumma faz defesa contra o Sassuolo, em Milão (Acmilan.com)
Donnarumma faz defesa contra o Sassuolo, em Milão (Acmilan.com)

Donnarumma, de 1,96 m, destacou-se anteriormente em uma partida justamente contra o Sassuolo.

Em agosto, na pré-temporada, ele defendeu as cobranças de Berardi e Acerbi na disputa de pênaltis no Troféu TIM, disputado na cidade de Reggio Emilia. Dois “milagres”, exagerou o jornal “La Gazzetta dello Sport”. O Milan ficou com a taça.

No fim de julho, o goleiro, que veste a camisa 99, já havia encarado outra disputa de penalidades máximas, contra o Real Madrid, pela International Champions Cup, em Xangai (China), depois de empate sem gols na partida.

Donnarumma agarrou a tentativa do alemão Toni Kroos, porém errou a sua – o goleiro Casilla defendeu. Ele teve de bater porque a disputa se estendeu e todos os outros jogadores do Milan já tinham cobrado.

Com esse breve porém atrativo histórico, Donnarumma ganhou, ao estrear na Serie A, manchetes de sites esportivos ao redor do mundo, sendo citado por “La Stampa” e Corriere dello Sport” (Itália), BBC e “Daily Mail” (Inglaterra), ESPN e “USA Today” (EUA), Canchallena (Argentina), entre outros.

Antes de Milan s Sassuolo, o Goal.com titulou: “O novo Buffon? Milan aposta na sensação de 16 anos Donnarumma”. O site fazia uma comparação com Gianluigi Buffon, goleiro titular da Squadra Azzurra desde o final dos anos 1990 e campeão na Copa da Alemanha-2006.

Capitão da Juventus de Turim, Buffon, de 1,91 m, estreou no Italiano, pelo Parma, aos 17 anos – hoje está com 37. “Ele é um exemplo, o maior de todos, a quem espero suceder na seleção nacional”, declarou Donnarumma sobre o xará, há anos um dos melhores do mundo em sua posição.

O jovem é ambicioso, e não há nada de errado nisso – defender as cores da seleção de seu país é sonho ou pretensão de quase todo garoto boleiro.

Mas, neste momento, a prioridade de Donnarumma deve ser se firmar como titular do Milan.

Em tempo: Gianluca Pacchiarotti detém o recorde de mais jovem goleiro a atuar na Seria A. Jogador do Pescara, entrou no 2º tempo na partida contra o Perugia, em março de 1980. Tinha 16 anos e 6 meses.