Os caras de Dunga – Hora de mostrar serviço nos amistosos

Por Luís Curro

Chegou a hora de os convocados de Dunga mostrarem ao comandante a que vieram.

No sábado (5), contra a Costa Rica, e na terça (8), contra os EUA, a seleção brasileira fará seus dois últimos jogos antes de estrear nas eliminatórias para a Copa da Rússia, em 2018. Os amistosos serão nos Estados Unidos.

Na semana que passou, Dunga teve de mexer em sua lista devido a quatro contusões, Saíram os laterais Daniel Alves (direito), do Barcelona, e Filipe Luis (esquerdo), do Atlético de Madri, o volante Ramires e o meia Oscar, ambos do Chelsea. Entraram os laterais Fabinho (direito) e Marcelo (esquerdo) e os meias-atacantes Philippe Coutinho e Rafinha Alcântara.

A baixa mais sentida poderia ser a de Filipe Luis, que estava atuando muito bem pelo Atlético. Porém seu substituto, Marcelo, do Real Madrid, é mais jogador do que ele e também está em boa forma. Fabinho deve ser reserva, assim como Rafinha, que, aliás, é reserva no Barça. Gostaria que Coutinho iniciasse as partidas.

Pelo material humano que Dunga tem em mãos, a defesa titular parece estar bem definida: Marcelo Grohe; Danilo, Miranda, David Luiz e Marcelo.

Grohe está hoje muito melhor que Jefferson e Alisson. Danilo e Marcelo são bem melhores que Fabinho e Douglas Santos – questiono até se esses dois, mesmo que ainda bem jovens, possuem nível de seleção. Marquinhos, que como Fabinho e Douglas Santos tem idade olímpica, e Gabriel Paulista são bons reservas para Miranda e David Luiz.

Do meio para a frente, a disputa pela titularidade é acirrada.

São duas vagas de volante para três jogadores (Luiz Gustavo, Fernandinho e Elias), e uma série de interrogações daí para a frente.

Kaká vai jogar, pela experiência e liderança? Porque, pelo desempenho recente, é reserva, fácil.

Kaká e Neymar em treino da seleção em Nova Jersey (Leo Correa/MoWA Press)
Kaká e Neymar em treino da seleção em Nova Jersey (Leo Correa/MoWA Press)

Lucas Lima e Philippe Coutinho, em grande fase (mesmo tendo Coutinho pisado na bola no jogo de sábado, quando foi expulso), terão chance? Quando digo chance é atuar pelo menos 75 a 80 minutos em ao menos uma das partidas.

Douglas Costa, o melhor brasileiro disparado neste início de temporada, será escalado? E, se for, será escalado na posição em que está estraçalhando, ou seja, na ponta esquerda, como tem de ser feito?

E Neymar, hein, que anda participando até de novela? Não sei nem por que foi convocado por Dunga, já que, suspenso, desfalcará o Brasil nas primeiras partidas das eliminatórias. Vai esquentar banco? Duvido. O treinador criou um problema que não precisava. Poderia ter deixado Neymar fora da convocação, tinha justificativa para isso, e dar espaço a outros.

Há ainda Firmino, Willian, Hulk, Lucas… Muita gente pra pouca vaga.

Deixo ao leitor o convite para comentar e montar a seleção, os 11 titulares, para o primeiro amistoso. Em outro post, darei a minha escalação.

Eis a lista completa de Dunga (19 dos 24 atuam fora do Brasil) e o desempenho de cada atleta nos últimos sete dias:

Goleiros

Jefferson (Botafogo) – CRB 2 x 1 Botafogo (Brasileiro da Série B). Com tendinite no ombro, não jogou. Sem avaliação

Marcelo Grohe (Grêmio) – Grêmio 3 x 1 Coritiba (Copa do Brasil). Sem culpa no gol. Grêmio 0 x 0 Coritiba (Brasileiro). Mais uma vez esteve seguro, fazendo cinco defesas na partida – nenhuma muito complicada. Bom

Alisson (Internacional) – Ituano 1 x 2 Internacional (Copa do Brasil). Sem culpa no gol. Precisa mostrar mais confiabilidade nos lances fáceis. Avaí 3 x 0 Internacional (Brasileiro). Fez uma boa defesa no 1º tempo. No 2º tempo, levou três gols, mas não falhou em nenhum. Regular

Defesa

Fabinho (Monaco-FRA) – Monaco 2 x 1 Valencia-ESP (pré-Liga dos Campeões). Errou um passe que deu origem ao gol do Valencia. Como o Monaco tinha perdido o jogo de ida por 3 a 1, não conseguiu chegar à fase de grupos. Monaco 0 x 3 PSG (Francês). O primeiro gol saiu pelo seu setor, e, no segundo e terceiro gols, falhou na marcação. Ruim

Miranda (Inter de Milão-ITA) – Carpi 1 x 2 Inter (Italiano). Foi superado por atacantes rivais ao menos duas vezes em jogadas nas quais geralmente leva vantagem. Não falhou na jogada do gol do Carpi. Regular

David Luiz (PSG-FRA) – Monaco 0 x 3 PSG (Francês). Com a zaga Thiago Silva-David Luiz, o PSG ainda não levou gol após quatro partidas na Ligue 1. Bom

Marcelo (Real Madri-ESP) – Real Madri 5 x 0 Betis (Espanhol). O lateral esquerdo titular do Brasil na Copa de 2014 não teve problemas na marcação e ainda se lançou algumas vezes ao ataque em uma partida totalmente dominada pelo Real. Bom

Danilo (Real Madrid-ESP) – Real Madri 5 x 0 Betis (Espanhol). Como Marcelo, mas pela direita, não teve problemas na marcação e ainda avançou ao ataque. Bom

Marquinhos (PSG-FRA) – Monaco 0 x 3 PSG (Francês). Entrou no lugar de Verratti aos 35 minutos do segundo tempo, estreando neste Francês. Não comprometeu. Regular

Gabriel Paulista (Arsenal-ING) – Newscastle 0 x 1 Arsenal (Inglês). Substituiu o capitão Mertesacker. O Newcastle perdeu seu centroavante, Mitrovic, expulso, logo aos 15 minutos do 1º tempo, o que facilitou a vida de Gabriel. Bom

Douglas Santos (Atlético-MG) – Figueirense 2 x 1 Atlético (Copa do Brasil). Discreto na eliminação do Galo da competição. Fluminense 1 x 2 Atlético (Brasileiro). No 2º tempo, além de arriscar um chute de fora da área, recebeu um cartão amarelo. Precisa ser mais participativo nas partidas. Regular

Meio-campo

Fernandinho (Manchester City-ING) – Manchester City 2 x 0 Watford (Inglês). Um dos melhores em campo. Bom na marcação, bom na cobertura, bom nos passes – e ainda marcou um bonito gol, o segundo do City. Ótimo

Elias (Corinthians) – Corinthians 1 x 2 Santos (Copa do Brasil). Poupado, ficou na reserva na partida em que o Santos eliminou o Corinthians. Chapecoense 1 x 3 Corinthians (Brasileiro). Lançou-se ao ataque no início do 1º tempo para, de primeira, acertar chute em cruzamento de Renato Augusto e abrir o caminho para a vitória do líder do Brasileiro. Um dos melhores do jogo. Ótimo

Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE) – Wolfsburg 3 x 0 Schalke (Alemão). Boa partida do volante na boa vitória do Wolfsburg. Sofreu o pênalti que resultou no segundo gol. Bom

Willian (Chelsea-ING) – Chelsea 1 x 2 Crystal Palace (Inglês). Mais centralizado em campo depois da chegada de Pedro (ex-Barcelona), Willian tentou, mas pouco rendeu. O Chelsea vai mal neste início de campeonato, e o brasileiro tem oscilado muito. Foi substituído aos 21 minutos do 2º tempo por Falcao, que marcou o gol dos Blues. Ruim

Philippe Coutinho (Liverpool-ING) – Liverpool 0 x 3 West Ham (Inglês). Ele estava jogando demais, merecia estar na seleção. Aí, quando é reconvocado por Dunga, não joga quase nada e ainda é expulso no começo do 2º tempo após falta violenta. O que houve, Coutinho? Péssimo

Douglas Costa (Bayern de Munique-ALE) – Bayern 3 x 0 Bayer Leverkusen (Alemão). Mais um grande jogo do camisa 11. Pela ponta esquerda, tem sido uma arma letal do Bayern. De seus pés, em jogada de alta velocidade, saiu o cruzamento para Müller abrir o placar. No 2º tempo, em mais uma de suas constantes idas à linha de fundo, um defensor desviou com o braço, na área, um cruzamento: pênalti e 3 a 0. Ainda se deu ao luxo de dar uma carretilha em um rival. Dá-lhe, Douglas! Ótimo

Lucas Lima (Santos) – Corinthians 1 x 2 Santos (Copa do Brasil). Iniciou a jogada do primeiro gol com um passe preciso para Geuvânio. Foi o dono do meio-campo em um jogo no qual o Santos jogou muito bem e ganhou. Cruzeiro 0 x 1 Santos (Brasileiro). Teve atuação mediana em um jogo no qual o Santos não jogou muito bem, mas ganhou. Foi substituído nos acréscimos do 2º tempo. Bom

Rafinha Alcântara (Barcelona-ESP) – Barcelona 1 x 0 Málaga (Espanhol). Substituiu Rakitic aos 18 minutos do 2º tempo. Deu um chute a gol, mas não conseguiu ser muito participativo. Regular

Kaká (Orlando City-EUA) – Orlando 1 x 1 Chicago (Major League). Kaká completou oito partidas sem fazer gol. Ruim

Ataque

Neymar (Barcelona-ESP) – Barcelona 1 x 0 Málaga (Espanhol). Recuperado da caxumba, fez sua estreia na Liga. Movimentou-se, driblou, chutou a gol. Mas ainda não foi aquele Neymar que todos conhecemos. Regular

Roberto Firmino (Liverpool-ING) – Liverpool 0 x 3 West Ham (Inglês). Acertou a trave quando o jogo estava 0 a 1. E só. O time todo jogou mal, e Firmino foi substituído aos 16 minutos do 2º tempo. Ruim

Lucas (PSG-FRA) – Monaco 0 x 3 PSG (Francês). Deu dois chutes a gol, um deles para fora. E não muito mais. Foi substituído por Di María aos 21 minutos do 2º tempo, e o argentino deu um ótimo lançamento para o terceiro gol do líder do Francês. Lucas corre risco de perder a posição no time em breve. Regular

Hulk (Zenit-RUS) – Zenit 1 x 3 Krylia (Russo). Na semana seguinte a uma grande exibição, o atacante perdeu um pênalti. E seu time perdeu a segunda posição no campeonato. Mesmo assim, esteve ativo a partida toda e acertou uma bola na trave. Regular