Time espanhol impõe cartilha com toque de recolher aos jogadores

Por Luís Curro

O Real Mallorca, clube espanhol que está a poucos meses de completar 100 anos de história, decidiu obrigar os atletas a seguir regras pouco ortodoxas para a temporada 2015-2016, com o intuito de ajudar a equipe, hoje na segunda divisão, a regressar à elite.

A cartilha traz uma série de itens que visam, supostamente, ampliar a disciplina, a concentração e… a higiene.

Inclui até mesmo um “toque de recolher”: os jogadores têm de ir para a cama no máximo às 23 horas – exceção feita quando precisam defender a equipe em jogos que extrapolem esse horário. (Parênteses: vai monitorá-los como?)

Entre as outras imposições estão:

– proibição de piercings e de cortes de cabelo extravagantes;

– proibição do uso de correntes, em qualquer ocasião, e de bonés dentro do ônibus ou dos vestiários do time;

– não levar das dependências do clube garrafas de água e isotônicos e também rolos de papel higiênico;

– obrigação de tomar uma ducha depois dos treinamentos e das partidas.

Sites estrangeiros (de língua espanhola e inglesa) que publicaram a notícia classificaram as normas de “bizarras”.

Minha opinião:

– as duas primeiras regras são exageradas, não considero que a aparência possa prejudicar ou melhorar o desempenho do jogador;

– a terceira indica que, segundo o clube, seus atletas são gatunos e estão causando prejuízo ao furtar os itens citados;

– a última… será que a maioria dos atletas do Mallorca gosta de ficar fedendo? Pois tomar banho após treinos ou jogos é algo totalmente natural no futebol, até nas peladas de bairro (quando há água disponível).

Elenco do Mallorca sem nenhum corte de cabe extravagante (Reprodução/Site oficial do Real Club Deportivo Mallorca)
Elenco do Mallorca sem nenhum corte de cabelo extravagante (Site do Real Club Deportivo Mallorca)

Pela foto acima, que é recente, ao menos nos penteados os atletas estão seguindo a recomendação: não há trancinhas, moicanos, franjas ou outros estilos de cortes menos tradicionais – não há nem mesmo alguém com cabelos compridos. Aliás, o treinador do time, Albert Ferrer, é careca.

Se a cartilha vai perdurar, é preciso esperar para saber. O fato é que na prática, de cara, não funcionou: na estreia na Liga Adelante, a Série B espanhola, neste sábado (22), o Mallorca visitou o Alcorcón e perdeu de 2 a 0.

Pelo menos todos devem ter voltado para casa cheirando a sabonete.

Leia mais: a prévia do Campeonato Espanhol de 2015-2016.