Falta de sincronia estraga transmissão do Fox Sports

Por Luís Curro

O primeiro grande confronto do Campeonato Inglês ocorreu neste domingo (16), entre Manchester City e Chelsea, no Etihad Stadium.

Reservei espaço na agenda para assistir à partida, que teria grandes jogadores em campo (Agüero, Diego Costa, Fàbregas, David Silva, Hazard, entre outros), incluindo brasileiros convocados para a seleção: Fernandinho (City), Willian, Ramires e Oscar (Chelsea).

O jogo era no Fox Sports, que enviou equipe a Manchester para fazer a cobertura “in loco”. O narrador Gustavo Villani e o comentarista Paulo Vinicius Coelho, o PVC, estavam no estádio.

É sempre elogiável quando uma emissora investe na cobertura de um evento esportivo e desloca profissionais para o local da disputa. Narrador e comentarista conseguem sentir o clima da partida, antes mesmo do início, e levam ao espectador os acontecimentos com uma cor muito mais viva.

Só que… Começa o jogo e o que noto? O som chega antes da imagem, cerca de cinco segundos. É um problema puramente técnico. E que faz a diferença para estragar a narração. Imaginei que o canal corrigiria logo a falta de sincronia. Os minutos passaram, passaram, e nada.

9 minutos – Falta pela esquerda do ataque do City. Narrador: “Kolarov cruzou para Agüero… Defendeu, Begovic!”. Só que Kolarov nem tinha batido na bola ainda.

25 minutos – O Chelsea tenta iniciar um contra-ataque. Narrador: “Fàbregas passou bonito por dois jogadores, veio o Fernandinho contra ele”. Fernandinho nem estava próximo do lance ainda, o espanhol não tinha passado por nenhum rival do City.

31 minutos – Gol do City. Agüero. Ué, já foi gol? Mas eu nem vi ainda…

E prosseguiu assim até por volta dos 25 a 30 minutos do segundo tempo.

Então:

– ou ninguém na emissora percebeu logo a falha (o que seria péssimo, não acredito nessa hipótese);

– ou a emissora percebeu e decretou um “tudo bem, vai assim mesmo” (o que também seria péssimo, não quero acreditar nessa hipótese);

– ou a emissora percebeu e não teve meios para corrigir rapidamente (o que não deixa de ser péssimo, pois qualquer emissora tem de estar preparada para contornar prontamente algo inesperado na área técnica).

A última hipótese é a mais provável. Mas o estrago estava feito. Baita estrago.

Não sou especialista, não sei se é muito complicado sincronizar uma narração. Mas é um problema que estraga a transmissão, tira toda a emoção.

A narração atrasada é ruim, mas em alguns casos, se o “delay” for bem pequeno, é aceitável.

Com a narração adiantada, o narrador conta o que acontece antes de acontecer. Acaba a graça, é “contar o fim do filme” minuto após minuto. É irritante para quem assiste.

Tomara que o Fox Sports esteja atento nas próximas vezes e evite a repetição do problema.

O que deve acontecer, já que, encerrada a partida, Villani pediu desculpas aos telespectadores que fizeram contato com a emissora reportando a falha.

Em tempo: O City ganhou de 3 a 0, gols de Agüero, Kompany e Fernandinho. Soma 6 pontos em duas rodadas, enquanto o Chelsea, atual campeão, só 1.