O belga mais cobiçado do momento

Por Luís Curro

A janela de transferências de jogadores na Europa vai até o final deste mês, e uma das notícias que podem pulular a qualquer momento nos sites esportivos é a esperada transferência do belga Kevin de Bruyne, 24 anos, do Wolfsburg (Alemanha) para… algum peso pesado disposto a gastar muito dinheiro.

Depois do PSG, o interessado do momento é o Manchester City. Há rumores de que o Bayern de Munique também está no páreo.

De Bruyne
De Bruyne festeja gol pelo Wolfsburg (Joerg Sarbach/Associated Press)

O clube alemão fixou recentemente o preço do talentoso meia, de 1,81 m, que disputou a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, pela seleção de seu país e marcou um gol, o primeiro da partida em que a Bélgica eliminou os EUA nas oitavas de final, por 2 a 1, em Salvador.

Quanto? Pelo menos 45 milhões de libras, ou mais de R$ 245 milhões. Em outras transações graúdas recentes, o argentino Di María, que estava no Manchester United, custou ao PSG R$ 243 milhões e o inglês Sterling, ex-Liverpool, R$ 241 milhões ao Mancheter City.

No início de 2014, o Wolfsburg pagou 21 milhões de euros, ou R$ 81 milhões (em valores de hoje), ao Chelsea para contar com De Bruyne. Tudo bem que o clube inglês tem gente talentosa no meio de campo (Fàbregas, Hazard, Oscar, Willian), mas, se os dirigentes soubessem o que o jogador produziria na temporada 2014-2015, não fechariam o negócio.

Na última Bundesliga, o belga marcou 10 gols e deu 20 assistências, ou seja, participou diretamente de 30 dos 72 gols do vice-campeão Wolfsburg (42% do total). Em uma comparação, o conceituado espanhol Fàbregas fez 3 gols e deu 18 assistências na campanha do título do Chelsea em 2014-2015 na Premier League. A participação dele no total de gols (73) dos Blues no campeonato foi de 29%.

O treinador do Chelsea, José Mourinho, que permitiu a saída de De Bruyne, declarou que gostaria que o meia tivesse ficado, mas que o liberou porque ele não aceitava disputar posição. “Ele me disse que queria jogar toda semana. E eu disse a ele que aqui é o Chelsea, que ele era muito jovem e que eu não poderia lhe prometer isso. Ele não estava feliz.”

Titular absoluto em seu atual clube, De Bruyne começa a temporada de forma promissora. Neste sábado (8), pela Copa da Alemanha, fez um gol e deu uma assistência na vitória do Wolfsburg fora de casa por 4 a 1 sobre o Stuttgarter Kickers.

O Wolfsburg, aliás, é o atual campeão da Copa Alemanha. No fim de maio, derrotou o Borussia Dortmund por 3 a 1 e ganhou a taça pela primeira vez. De Bruyne fez um dos gols.