Ainda dá tempo de ser convocado, diz Miranda

Por Rafael Reis

O sucesso do Atlético de Madri, semifinalista da Liga dos Campeões após 40 anos e líder do Campeonato Espanhol, ainda pode influenciar o técnico Luiz Felipe Scolari a convocar o zagueiro Miranda para a Copa do Mundo.

A opinião é do próprio jogador. O ex-defensor do São Paulo pensa que, a menos de um mês da divulgação da lista para o Mundial, Felipão ainda não fechou o grupo brasileiro.

“Acredito que ainda dá tempo. Tenho esperança de ser convocado. O meu dia a dia alimenta meu sonho de ser chamado.”

Com Thiago Silva, David Luiz e Dante certos na Copa, Miranda disputa uma vaga com Marquinhos e Dedé.

Dos três, o experiente zagueiro de 29 anos é o que vive o melhor momento.

Enquanto Marquinhos é reserva do Paris Saint-Germain e Dedé oscila junto com o Cruzeiro, Miranda é titular do time da moda no futebol europeu e faz parte da melhor defesa da Liga dos Campeões.

Nesta semana, anulou nada menos que Lionel Messi. E ajudou o Atlético a superar o Barcelona nas quartas de final da competição.

“Acredito que melhorei taticamente [na Espanha]. Um zagueiro não precisa se jogar no chão para tirar uma bola. Se você está bem postado, consegue desarmar. Continuo sendo um zagueiro técnico, mas não arrisco mais como arriscava no São Paulo”, afirma.

 

Miranda (dir) disputa bola com Neymar no confronto das quartas de final da Liga dos Campeões
Miranda (dir) disputa bola com Neymar no confronto das quartas de final da Liga dos Campeões